Projecao Astral - Espiritualidade - Consciencia

Blog

O Jardineiro da Luz

Publicada el 11 Ee febrero Ee 2011 a las 17:00

O Jardineiro Da Luz



Calos com humus ofertando vivificação, daninhas chorosas decepadas com exatidão, rosas esplendorosas elixires contra decepção, água que escorre anunciando a nutrição, carícias doadas mescladas a dedos sãos;


Olhos treinados procurando sofridão, as orquídeas se isolam observando a mansidão, aragem coesa solo fértil por provocação, os gerânios se enamoram com o cuidar constante do chão, as borboletas saltitantes imploram por atenção;


Inebriante labutar, manter perene é sua missão, os girassóis apontam o sol é o belo presente que dão, retribuindo toda e a de sempre salutar dedicação, gotas de suor misturadas com compensação;


As margaridas evocam aromas sem distração, as papoulas em cores absorvem o calor das simples mãos, violetas e as tulipas anseiando a energização, para o guru já cansado com o tempo audaz vilão;


Há alguns dias seus afagos ausentes dão lugar a sequidão, as bromélias descontentes vertem pétalas tristonhas ao chão, as flores do campo vergam e choram sem a aparição, os perfumes de outrora se transmutam em odor vão;


A chegada de um beija flor ameniza a aflição, sorrateiro de flor em flor esclarece a situação, o amigo de todas horas rumou para outros chãos, avisou que estão com ele aflorando em seu coração, e que hoje a seiva que o nutre naquela imensidão, foi o labutar com amor, e se há espinhos não vingarão, a fé trará bonança disfarçada em outras mãos.



Poeta do deserto

Categorías: Poemas e Poesias

Publicar un comentario

Uy!

Uy, se olvidó de algo.

Uy!

Las palabras que ha ingresado no coinciden con el texto dado. Por favor, inténtelo de nuevo.

0 comentarios