Projecao Astral - Espiritualidade - Consciencia

Blog

MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO

Publicada el 27 Ee marzo Ee 2013 a las 14:15


MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO

 

Uma pergunta bem comum que costumamos ouvir e fazer a pessoas com maior experiência de vida é esta:


Se o(a) senhor(a) pudesse reviver tudo que passou nesta vida, o que faria diferente?


Para espanto meu, uma das respostas mais comuns é esta:


NADA! Faria tudo igual!


O entendimento desta resposta não é algo simples. A pessoa quando diz que não modificaria nenhum evento de sua vida é porque está satisfeita com todas as atitudes tomadas por ela ao longo desta vida.


Entretanto, há um equívoco de interpretação. A pergunta não é um julgamento dos atos da pessoa, com dedo em riste para sua face, de forma que a resposta tenha que ser uma defensiva. Na verdade, trata-se de uma pergunta muito simples, que em outras palavras, poderia ser assim:


O que o(a) senhor(a) aprendeu nesta vida?


E, infelizmente, a resposta mais comum que temos dado a ela é:


NADA!


Uma vida em que, ao chegamos ao final de nossas forças físicas, não modificaríamos em nada o que fizemos ao longo dela, infelizmente, é uma vida de pouco valor de aprendizado.


Ao vestirmos com nossa consciência este corpo de carne para entrarmos neste mundo temos uma oportunidade incrível de aprender ao longo dela, e os erros necessariamente fazem parte deste processo educacional. Entretanto, cada erro cometido provoca sofrimento. Acredito que a maioria das pessoas não gosta de sofrer, mesmo que em alguns momentos o sofrimento pode ser como uma verdadeira droga viciante em suas vidas.


Com certeza, nossa busca interna é a felicidade e paz de espírito. Muitas vezes os atos que cometemos não acarretam estes sentimentos e, pelo contrário, provocam dor em nós mesmos e nas pessoas envolvidas. E porque será que continuamos errando? Será que é porque o esforço de rever nossos atos gera conflitos internos dentro de nós? Será que não é mais fácil continuarmos mal humorados, egoístas, ciumentos, orgulhosos, vaidosos, passivos, arbitrários, e lá na frente, quando perguntarem o que faríamos de diferente em nossas vidas, respondermos: “Nada!”?


Recentemente, estava vendo a declaração de uma moça que voltava eliminada de um Reality Show de convivência humana pela segunda vez, justificando sua eliminação desta forma:


“Sou assim há 28 anos e não ia mudar em três meses para me sentir mal comigo mesma.”


Por que temos tanto medo de nos modificarmos? Preferimos passar nossas vidas cometendo os mesmos erros inúmeras vezes a rever nossas atitudes, em um verdadeiro esforço de autoconhecimento.  


Um fato interessante é que ao combatermos nossas emoções internas, com árduo esforço, estabilizando-as cada vez mais e sendo menos reativos, julgamos menos nossos semelhantes. Isso acontece porque ao passarmos por este processo (que na verdade não termina) conseguimos entender melhor as atitudes alheias. Como por encanto, surge uma voz interna que consegue analisar os fatos de maneira imparcial.


Faça, por favor, uma pergunta para dentro de você: Será que com minhas emoções mais controladas eu despertaria minha voz interna, minha consciência?


Se a resposta dentro do seu coração é SIM, então aproveite cada momento de sua vida para crescer. Cada desequilíbrio de humor, ou reação emotiva, é uma oportunidade linda de rever algo dentro de nós. Permita que este seja o maior objetivo em sua vida. Quem sabe muita coisa que tem consumido suas energias não seja mais necessária, porque a cada vitória nesta batalha interna, o amor, a paz e a felicidade não se aproximam do seu alcance...


Com carinho,

Rafael Aidar

Categorías: Reflexões, Autoconhecimento

Publicar un comentario

Uy!

Uy, se olvidó de algo.

Uy!

Las palabras que ha ingresado no coinciden con el texto dado. Por favor, inténtelo de nuevo.

0 comentarios