Projecao Astral - Espiritualidade - Consciencia

Blog

PERDAO

Publicada el 26 Ee febrero Ee 2013 a las 9:35

PERDÃO 

Pai, criador de tudo que há, agradeço por existir!


Agradeço pela água que molha minha fronte, pelo vento que balança meus cabelos, pelo sol que aquece minha pele, pela terra que firma meu caminhar.


Peço perdão quando sou levado pelas emoções e esqueço-me devivenciar cada minuto da beleza que é viver. Meus chacras inferiores insistem em me fazer relembrar momentos de sofrimento do passado, em ansiar situações para o futuro, em julgar todos que cruzam meus caminhos.


Peço perdão quando sou levado pelos sentimentos. Meus chacras superiores insistem em me tornar cada dia mais espiritualizado, brotando amor sem compartilhá-lo, paz sem doar, compaixão sem ação efetiva. De que adianta o sublime amor no peito, se minhas outras metades espalhadas pelo universo não conseguem alcançar este estado?


Pai, peço perdão pelas inúmeras vezes que não suportei as energias de tristeza que chegam destes irmãos no meu peito. Peço perdão pelo meu egoísmo fugaz, cuja paz insensível em muitas vezes teme feridas provocadas pelo ambiente hostil.


Perdão Pai por tantas vezes em que o caminho de uma situação incômoda foi iluminado por uma intuição amparadora, e, eu, apenas usufruí do sucesso, sem ao menos dirigir uma palavra de agradecimento àqueles que vigiam meus passos.


Pai, de que vale a ascensão a planos superiores se ao meu lado estão tantos que não percebem sua grandeza, e a imensidão de existir, mesmo ainda sendo uma pequena chama do criador. Perdão Pai por almejar vôos sem asas para fazê-lo, e não perceber que se estou aqui, é para ensinar meus irmãos a andar primeiro, para depois adquirir asas para voar.


Pai, perdão e obrigado por tudo!

 por Rafael Aidar

Categorías: Reflexões

Publicar un comentario

Uy!

Uy, se olvidó de algo.

Uy!

Las palabras que ha ingresado no coinciden con el texto dado. Por favor, inténtelo de nuevo.

0 comentarios