Projecao Astral - Espiritualidade - Consciencia

Blog

Aula 32 - Mensageiros do Amanhecer - Ensinamentos das Pleiades - com Ibiatan Upadian

Publicada el 21 Ee agosto Ee 2012 a las 23:30

AULA Nº 32:

OUÇA ONLINE ABAIXO A GRAVAÇÃO DESTA AULA 



CAPÍTULO XV

A Iniciação da Terra pela Integridade

(1ª Parte)

 


A beleza da Terra é um tesouro tão profundo, tão mag­nífico que deslumbra visitantes de todo o espaço, atraídos por seu esplendor. Nós queremos que sintam essa beleza dentro de si mesmos e a deixem pulsar por todo o vosso ser. Ao per­mitirem que a beleza os inunde, mudanças profundas ocorre­rão e a manutenção da beleza da Terra passará a ser a principal prioridade de toda a espécie humana. Queremos semear esta idéia para despertar em vocês a responsabilidade que devem ter por vosso planeta. Já despertamos a responsabilidade que cada um deve ter por si, e vocês estão a caminho de se torna­rem cada vez melhores. Parabéns! Agora, o que farão pela Ter­ra e como?


Já os ensinamos a querer o melhor para si em todos os momentos possíveis. Uma vez que a Terra é a vossa casa, como irão estender esta energia para ela e aplicar no vosso planeta as lições que aprenderam?


Quantos de vocês já caminharam por sua propriedade respeitando-a como um local sagrado, deixando que a Terra soubesse o quanto a consideravam? Essa forma de comunica­ção os tornará envolvidos com a beleza da Terra. Envolvimento e ação. Observem o vosso lixo, aquilo que estão jogando fora, aquilo de que não têm consciência. Trata-se do reflexo exato do que pedimos que façam consigo próprios. Observem os vossos pensamentos e o lixo que atravanca a vossa psique. Podem estender para a Terra tudo aquilo que lhes ensinamos. Por onde quer que andem, comuniquem-se com a Terra, infor­mando ao planeta que estão despertando. Imaginem-se um fio de luz; para onde quer que estejam caminhando, dirigindo, voando, visitando, carreguem seu fio de luz. Conforme for crescendo o número de fios de luz tecidos ao redor do planeta, mais poderosa será a onda de luz cósmica que envolverá a Terra.


Estamos num mundo à beira da desaceleração que pre­cede um frenesi alucinante. Vocês podem começar esta desaceleração conscientizando-se e cuidando melhor da Ter­ra. A mentalidade predominante na Terra hoje em dia, espe­cialmente nos Estados Unidos, considera símbolo de status um gramado impecável. Para conseguir isto, usam toneladas de pesticidas e fertilizantes químicos, até o gramado ficar igual­zinho ao carpete à sala de visitas. De onde veio este sistema de valores, qual seria o seu sentido? Simplesmente de alguém querendo ganhar dinheiro com um produto, que lança uma campanha publicitária para lhe conferir legitimidade, e alguém que o compra.


Comuniquem-se com a Terra, escutem o que ela tem para lhes dizer e deixem este planeta lindo ensinar-lhes a viver em harmonia. Trata-se de um processo lento não vão conseguir aprendê-lo da noite para o dia. Ouçam a Terra dizer: "Escutem aqui, gostariam que alguém passasse pesticida na vossa pele?" Pois isso é o que acontece quando espalham pesticidas na Ter­ra. A Terra é um ser senciente ou um conjunto de seres. Os seres sencientes que constituem a Terra vieram formar este conjunto de consciências por amor, para uní-las e hospedá-las. É semelhante ao que ocorre com vocês, que hospedam as bacté­rias e todas as coisas que vivem sobre a vossa pele e dentro do vosso corpo. Vocês trabalham com elas. A Terra sabe que, para ser uma boa mãe para seus filhos, deve deixá-los aprender suas próprias lições. E as suas, são lições de responsabilidade. Se desejam algo, existem certas ramificações, determinadas coi­sas que devem fazer e responsabilidades que devem assumir para atingir o vosso objetivo. A Terra está ensinando os seres humanos a terem responsabilidade, permitindo-lhes que dila­cerem sua superfície, bem como o seu interior.


Quando estiver correndo perigo, por a humanidade ter levado as coisas longe demais, a Terra fará o que for necessá­rio para ensinar à espécie humana o cuidado adequado a ter com o seu lar; e assim vocês, como seus habitantes, aprenderão uma importante lição. Em seu divino amor pela humanidade, e na divina aceitação de seu papel de professora, a Terra lhes revelará seus segredos e toda a sua força, para que aprendam a amá-la, a cooperar com ela e a nunca mais desrespeitá-la.


Tal atitude conduz, inevitavelmente, à ocorrência de vio­lentos cataclismos, pois é a forma que a Terra encontra de conscientizar os seres humanos e mostrar-lhes aquilo que não estão conseguindo perceber. Se vinte milhões de pessoas desa­parecerem em algumas horas, devido a um cataclismo terres­tre, talvez os outros humanos despertem. Talvez.


Vocês estão cansados de escutar profecias sobre catás­trofes. Muitas pessoas não lhes dão a devida importância; acham que nunca irão acontecer com elas. Embora leiam as notícias nos jornais, são acontecimentos distantes, lá do outro lado do mundo. E se uma catástrofe ocorrer à sua porta ou na cidade vizinha? E se as principais cidades dos Estados Unidos entrarem em colapso? O que sentiriam se, ao acordar, deparas­sem com uma fenda geológica que se estendesse desde Nova York até Washington D.C? Seria suficiente para afetá-los? Seria suficiente para que reestruturassem e reavaliassem suas vidas?


Existe uma maior consciência do que está ocorrendo por­que os jornais estão começando a trazer estas notícias. Na verdade, estes fatos vêm acontecendo já há algum tempo. Ecolo­gistas e ambientalistas vêm, há mais de vinte anos, alertando para as mudanças ambientais, mas a maioria das pessoas acha que estes problemas se resolvem naturalmente. Além disso, problemas do meio ambiente não vendem jornais e, até certo ponto, as pessoas não estão muito interessadas em aprofundar seus conhecimentos sobre esta responsabilidade. Tal desinte­resse terá conseqüências; muita gente vai alegar ignorância e achar que as catástrofes surgiram do nada. A situação se tor­nará tão grave que, podemos prever, muitos países irão proi­bir o uso do automóvel.


As lições que a Terra ensina neste momento abrangem muitos aspectos. À medida que a freqüência muda, tudo muda. Mudar de freqüência é como mudar de casa: todo o ambiente muda. Estas mudanças destinam-se a melhorar a vida de todas as pessoas, a conduzir todo o mundo a um lugar onde existe maior compreensão e bem estar e a desvencilhar o ser humano do paradigma que definia o mundo como sólido, nos termos mais limitados.


Quando os seres humanos tornarem a qualidade de vida a prioridade número um de suas vidas, respeitando a qualida­de de vida da Terra, haverá pouquíssimos cataclismos. No entanto, a maior parte dos seres humanos, especialmente no mundo ocidental, está preocupada com uma qualidade de vida diferente: quantos aparelhos eletrônicos possuem, quantas roupas há em seus armários, quantos carros possuem em suas garagens. Não estão nem um pouco ligados aos efeitos que toda essa manufatura material provoca no ser senciente que os gerou.


Se os seres humanos não mudarem - se não houver uma transferência de valores e eles não perceberem que sem a Terra não estariam aqui - a Terra, em seu amor pela própria inicia­ção e sua procura por uma freqüência mais elevada, provocará uma limpeza para equilibrar-se novamente. Existe a possi­bilidade de muitas pessoas deixarem o planeta em poucas ho­ras. Talvez, assim, aquelas que sobrarem possam despertar e perceber o que está acontecendo. Haverá eventos incentivan­do vocês, estimulando-os, fazendo-os perceber que deve ha­ver uma mudança global. Os movimentos subterrâneos irão crescer de forma fenomenal. O que acontecerá com a Terra depende da vontade de mudar de cada um.


Qual é a vossa responsabilidade neste processo? Qual a vossa vontade de mudar? Chegou a hora de parar de falar e agir. Ao decidirem mudar a própria vida possibilitam automa­ticamente a mudança do planeta inteiro.


A Terra procura recuperar sua integridade. Hoje, o pla­neta sente que não é amado, mas desrespeitado, encontra-se privado de sua integridade. A Terra ama os seres humanos e lhes oferece um lugar para trabalhar; ela é um organismo vivo que está prestes a restabelecer sua integridade e fazê-los compreender a importância de amar a si mesmos amando-a. Amem a si mesmos e amem a Terra, pois são a mesma coisa.


Os cataclismos terrestres podem desempenhar um im­portante papel na ruptura do sistema. Eles causarão a falência das seguradoras que, por sua vez, irão causar a falência de vários outros sistemas. Diversos bancos vendem suas hipote­cas a seguradoras, que investem pesado no mercado de ações. Se ocorrerem mais algumas catástrofes como o furacão Hugo, ou o terremoto de São Francisco, além das guerras e da econo­mia informal - quanto tempo acham que este sistema finan­ceiro consegue continuar operando? No papel, ninguém realizou isso ainda. Ê por isso que os cataclismos terrestres se­rão usados para provocar o colapso. Os cataclismos provoca­rão também a união e o triunfo do espírito humano, pois homens e mulheres sairão para se ajudar mutuamente quan­do os desastres ocorrerem. Isto une as pessoas.

 

 

RESUMO:

A beleza da Terra é um tesouro tão profundo, tão mag­nífico que deslumbra visitantes de todo o espaço, atraídos por seu esplendor.


Quantos de vocês já caminharam por sua propriedade respeitando-a como um local sagrado, deixando que a Terra soubesse o quanto a consideravam?


Estamos num mundo à beira da desaceleração que pre­cede um frenesi alucinante. Vocês podem começar esta desaceleração conscientizando-se e cuidando melhor da Ter­ra. Comuniquem-se com a Terra, escutem o que ela tem para lhes dizer e deixem este planeta lindo ensinar-lhes a viver em harmonia.


Em seu divino amor pela humanidade, e na divina aceitação de seu papel de professora, a Terra lhes revelará seus segredos e toda a sua força, para que aprendam a amá-la, a cooperar com ela e a nunca mais desrespeitá-la.


As lições que a Terra ensina neste momento abrangem muitos aspectos. À medida que a freqüência muda, tudo muda. Mudar de freqüência é como mudar de casa: todo o ambiente muda.


Se os seres humanos não mudarem - se não houver uma transferência de valores e eles não perceberem que sem a Terra não estariam aqui - a Terra, em seu amor pela própria inicia­ção e sua procura por uma freqüência mais elevada, provocará uma limpeza para equilibrar-se novamente.


Os cataclismos provoca­rão também a união e o triunfo do espírito humano, pois homens e mulheres sairão para se ajudar mutuamente quan­do os desastres ocorrerem. Isto une as pessoas.


 

PERGUNTAS DESTINADAS A FACILITAR A COMPREENSÃO DO TEXTO E PROMOVER O DEBATE:

1 - O que está para acontecer a terra? Como podemos participar positivamente deste evento?

2 - Para interagir em harmonia com a terra o que devemos fazer?

3 - Como devem ser vistas e entendidas as ocorrências (climáticas e geológicas) produzidas pela terra?

4 - Que lições a terra nos ensina?

5 - Qual é a nossa responsabilidade neste processo?

6 - O que acontecerá se não houver uma mudança de valores?

7 - Que papel os cataclimas podem desempenhar?

Categorías: Grupo de Estudos Mensageiros do Amanhecer

Publicar un comentario

Uy!

Uy, se olvidó de algo.

Uy!

Las palabras que ha ingresado no coinciden con el texto dado. Por favor, inténtelo de nuevo.

0 comentarios