Projecao Astral - Espiritualidade - Consciencia

Blog

Os Tres Reis Magos - Baltazar

Publicada el 4 Ee diciembre Ee 2011 a las 17:50


CRÔNICAS ANGELICAIS

Por Ana Zélia


===============================================================


Os Três Reis Magos

Baltazar


Três homens captaram um chamado sobre uma nova era já eminente – a era do CRISTO.


Três homens, um distante do outro, que vislumbraram uma estrela e conseguiram decifrar sua mensagem.


Através de sonhos, esses homens viram o Rei-Menino, pleno de Sol e majestade. Três homens que deixando todos os problemas de lado, reinados em guerra, seca e decadência espiritual, seguiram o brilho da estrela, a luz de seus corações. Quem eram? Melquior, Gaspar como leram anteriormente e Baltazar.


O reino de Baltazar era num país muito distante de Jerusalém, onde o Sol nasce. Tudo em seu reino jazia em ruínas e a longo tempo o último sacerdote do templo havia morrido.


Baltazar tinha por hábito ficar horas fitando o céu, à espera de um sinal que ele, em sonhos, sabia que viria. Tudo à sua volta era abandono e seu povo estava triste, em completa decadência espiritual. Sempre lembrava de seu sonho premonitório.


Sonhou que via uma criança, que parecia envolta em ouro e brilhante como o Sol, que lhe dizia: “Quando me vires na estrela, a hora estará próxima”.


Até que numa noite, sentou-se numa pedra quebrada do altar no antigo templo e perdeu-se em cismas, até que uma grande luz se fez presente, que iluminava tudo, inundando regiões, dando brilho aos rios e cintilando os lagos. E ele ouviu a voz de uma criança que vinha da imensa estrela no céu, dizendo ao ambiente iluminado:


- “Aproxima-se à hora! Eis-me aqui!”.


Imediatamente ordenou que preparassem o mais veloz dos camelos, sabendo que deveria realizar uma longa viagem seguindo aquela estrela, viagem esta desconhecida sim, mas ele tinha certeza que era uma viagem de coração.


Queria levar um presente para a criança encantada e sem titubear resolveu levar um dos últimos incensos preciosos que lhe restara ainda da época do templo.


Logo o vigia da torre viu seu rei e seu camelo desaparecendo no horizonte. A lua descia por trás do morro do templo e no oriente a aurora começava a tingir o céu.


Somente a grande estrela e sua fé o guiava.


Na próxima crônica contarei a história do encontro dos três Reis... Fiquem atentos, pois as lições dessas histórias são maravilhosas, principalmente nesses tempos conturbados por qual passamos.


==============================================================

 

Ana Zélia Costa de Abreu Gagliardi

Drenagem linfática manual e/ou com pedras quentes - Cristaloterapeuta – Cromoterapeuta – Harmonizadora ambiental – Taróloga. Estudiosa de metafísica, neurolinguística e fitoterapia.

Fones: (13) 3495-7027 / (11) 7188-6591

Email: [email protected] / Blog: www.azanjos.blogspot.com


Categorías: Crônicas

Publicar un comentario

Uy!

Uy, se olvidó de algo.

Uy!

Las palabras que ha ingresado no coinciden con el texto dado. Por favor, inténtelo de nuevo.

0 comentarios