Projecao Astral - Espiritualidade - Consciencia

Blog

vista:  completa / resumen

Como Utilizar o Indutor de Projeção Astral - IPEC

Publicada el 30 Ee julio Ee 2017 a las 13:20 Comments comentarios (0)


Sobre o Indutor de Projeção Astral - IPEC


Caros amigos...

Pensando em uma forma de fácil acesso à projeção astral, criei este indutor audiovisual baseado em minhas pesquisas e estudos sobre as experiências extracorpóreas. Onde de forma simples e precisa, qualquer pessoa poderá ter acesso ao método, seja pelo Celular, Tablete, Smartfones, Notebook ou qualquer outro dispositivo capaz de reproduzir este vídeo tela cheia.

You need Adobe Flash Player to view this content.


Gostaria de pedir a colaboração de vocês: enviar ideias, opiniões ou até criticas para que possamos aperfeiçoar o projeto e/ou desenvolver outros.

 

COMO FUNCIONA:

 

O vídeo trabalha com frequências sonoras de 741hz, 439hz e 396hz com volumes diferenciados. Adicionei ainda duas imagens, sendo elas: Uma clara e outra escura, imagens estas que se alternarão para que nesse processo, venham a facilitar e elevar nosso estado concentração, foco e consequentemente trabalhará o nosso sistema de absorção energética através da respiração consciente. Na metade do vídeo incluí um flash continuo e rápido para trabalhar o EV (estado vibracional) e também um som de sino ao final, caso venha a cair no sono, você despertará a lucidez novamente (procure permanecer imóvel e apenas observe)

 

Este processo atua diretamente nas glândulas pineal e pituitária.

 

ATENÇÃO: Se você sofre de epilepsia ou de algum outro problema que venha causar convulsões - (NÃO USE ESTA TÉCNICA.)

 

COMO UTILIZAR:

 

1- Escolha um lugar calmo, arejado e no ESCURO TOTAL e dê o play no vídeo. Para sua segurança é Importante deixar o aparelho em alguma mesinha ou criado mudo (nunca em cima da cama). Recomendo o uso de fones estéreos para trabalhar melhor as frequências sonoras, porém, se você não está habituado com sonorizações durante o processo de relaxamento é interessante utilizar o vídeo sem o fone;

 

2- Deixe no brilho máximo, mantenha as pálpebras fechadas e dirija seu foco para luminosidade do ambiente;

 

3- Procure deitar-se em decúbito dorsal (barriga para cima) ou na posição para a catalepsia projetiva ensinada anteriormente- Detalhes sobre a posição visite: www.institutopec.com/apps/blog/show/42523618-catalepsia-projetiva);

 

4- Quando a IMAGEM ESTIVER CLAREANDO= inspire profundamente e imagine a vogal (I) mentalmente e continuamente: IIIIIIIIIIIIIIIIIIII;

 

4- Quando a IMAGEM ESTIVER ESCURECENDO= solte todo o ar dos pulmões bem lentamente e na medida em que faz isso, mentalize a vogal (O) mentalmente e continuamente: OOOOOOOO;

 

5- Haverá uma parte em que o vídeo fica rápido, com flashes e pulsações, tente manter o foco em seu coração ou nos movimentos abdominais. A respiração segue seu estado normal (não tente acelerar ou controlar nada). Apenas observe o que acontece e sem julgamentos;

 

6- Depois das pulsações o vídeo irá voltar ao normal, então, poderá seguir a respiração e mentalização das vogais ensinadas anteriormente;

 

5- Quando sentir o Estado Vibracional é só pensar em levitar ou imaginar-se leve como uma pena e a projeção acontecerá automaticamente.

 

Boa sorte e bons Vôos!!

 

Por Nando Pokator

 

(Qualquer dúvida poderá postar logo abaixo)

 

Todos os Direitos Reservados - Copyright 2010 - IPEC - Instituto Projeção Astral Espiritualidade e Consciência.

Emissário Desperto

Publicada el 26 Ee junio Ee 2017 a las 20:40 Comments comentarios (2)


EMISSÁRIO DESPERTO


Estou sendo conduzido a mudanças energéticas que me fazem recordar de tudo que estava enclausurado no adormecimento da alma, tudo tão desprezado, eu não consegui escapar, agradeço ao meu Guia espiritual pela chance evolutiva e pelos fenômenos que reforçam a minha fé e a renovam dia a dia, precisei chorar, precisei passar madrugadas refazendo a pergunta reincidente porque comigo?


Hoje entendo não só o objetivo, mas, aceito as vivências e os aprendizados decorrentes dela, sinto energias percorrendo todo meu corpo, acesso outras frequências e sou amparado por seres invisíveis e encarnados que me ajudarão na caminhada. Vejo o que não vi em filmes, mas encontro nas leituras nas quais eu consigo entender e sossegar a minha alma na certeza de que o trabalho é necessário para minha evolução e para abertura das consciências de meus queridos irmãos terrenos, para eles sou Mestre Assunção, me mostram luzes, fogos, pedras que fervem como brasas em minha mão e a alegria na face daqueles que procuram um alívio para as suas dores, coração, mente, corpo e espírito com a ajuda de seres extraplanetários que buscam a fé de tantos seres impulsionadas pelas curas a serem realizadas.  Sou ponte para raios advindos do espaço, me recordo no início das vivências nas espantosas aulas de cura madrugadas adentro quando meu Guia afirmou que dos sete anjos virão sete raios que chegarão a sete vezes sete, totalizando os 49 raios, a principio remeti à Grande Fraternidade, mas, os acontecimentos foram sendo processados até culminar, no mundo fantástico dos diretores do Universo, Grande Fraternidade, com a ajuda de extraterrenos afins.  


Não há muito o que se questionar mais, as respostas já estão diante de meus olhos e mente, é o que me leva para adiante na certeza de que um dia a religião una possa ser implantada na orbe terrestre, com os testemunhos de cura, alívio dos sofrimentos e fé.


      Consigo movimentar as forças da natureza, minha casa é ela, precisei de pedra de sete pontas,  precisei ver uma chama azul cintilando em minhas mãos e espalhadas no chão da sala, precisei chorar e me lamentar pelas coisas incríveis que voavam diante meus olhos físicos, não sabendo eu que meus olhos da alma já sabiam dos porquês dos acontecimentos, preciso da terra, do fogo queimado, o cheiro da relva, dos ventos para a devida limpeza, do barro incrustado em minhas mãos,  um coração repleto de sentimentos e fé, agradeço aos Mestres que me estimulam as pisadas, e às pessoas encarnadas que servem de bálsamo para o estimular de uma singela missão, me tornei um novo homem energeticamente, estou com habilidades despertas e prontas para cuidar de minha evolução, da evolução de Arthur, que me alertou um dia que meu trabalho ajuda também em sua evolução, estou onde deveria estar, e o caminho daqui em diante será traçado com os balbucios da espiritualidade desejosa de êxito nessa missão de paz e amor, que as falanges de luz me acompanhem na amplidão dos bálsamos que porventura brotarem de minhas mãos, nos cursos, e nas mais diversas formas de divulgação, salve o sol, as estrelas, e o orvalho da mata, os elementais e toda força liberada para cura do homem, eu sou, você é, nós somos,  Namastê!



O Poeta do Deserto - 24/06/2017


Tarot, ferramenta do inconsciente.

Publicada el 5 Ee septiembre Ee 2014 a las 16:10 Comments comentarios (0)

 

Tarot -Ferramenta do inconsciente

O Tarot é uma ferramenta de trabalho lúdica permeada por símbolos antigos, estabelecidos dentro de contextos - ou  cultural, ou filosófico, ou de idéias, por exemplo.

 

Através dele os temas inconscientes são trazidos à tona, tornando possível o redirecionamento pessoal e a clarificação de eventos conflitantes.

Auxiliam o desbloqueio de energias, expansão da consciência e cura, nos setores material, emocional, intelectual e espiritual, desperta a percepção.

O Tarot nos agracia a todos com o exercício de trazer a tona aspectos inconscientes antes que se materializem. Há registro do primeiro baralho em época de 1417. Mundo afora, ganhou diversos símbolos e imagens,  verdadeiras obras de arte, e também estruturação distinta, conforme o seu canalizador. 

Aqui eu considero a estrutura do Tarot Egípcio de Clive Barret, com 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores.

 

O complexo orgânico perfeito que representa o Tarot, consiste em dois sistemas orgânicos. Um complexo orgânico maior, mais abrangente,  o grupo dos Arcanos Maiores, com 22 duas cartas e o complexo menor, com 56 cartas, chamado de Arcanos Menores. Ambos são importantes e se complementam... isso me lembra  muita relação de complementariedade, agora me veio em mente a relação do SNC e SNS (sistema nervoso central e sistema nervoso simpático).

No grupo Arcanos Maiores as cartas que representam:

 

 

  • 3 Arcanos: 3 elementos em nível superior Água, Fogo e Ar;
  • 7 Arcanos: Os sete Planetas;
  • 12 Arcanos: Os 12 Signos do Zodíaco.

 

 

 

 

Esses 22 Arcanos são análogos a diversos fatores construtores de complexos ou organismos perfeitos - e complexos perfeitos são representados pela circunferência, 360 graus.

 

São 22 os polígonos regulares inscritos numa circunferência. 360 graus tem 4 divisores, sendo que os divisores 1 e 2 devem ser excluídos por não construírem polígonos, por não criarem no plano tridimensional . E aqui estamos aqui margeando a Geometria Sagrada.

 

No Alfabeto Hebraico são 22 os blocos formadores do universo. Encontramos na Cabala 10 ( 3 + 7) Sefirah (esferas, circunferências, organismos, mundos, reinos, consciências) ligadas por 22 caminhos. E aqui estamos margeando a Kabhallah.

 

Em se tratando de circunferência, consideremos o raio: r=3,14 (também usado nas construção das pirâmides).

 

3,14 multiplicado por 7 (o número que representa o homem espiritualmente perfeito, 3+4), nos apresenta o total de 21,98. Os 22 Arcanos maiores do Tarot representam a Criação.

 

A humanidade foi criada para ser Receptor da Luz da Perfeição. Foi criada para receber as bençãos. É o que sempre fomos e o que sempre seremos e nossas almas corporificam o desejo de receber para compartilhar… ao passo em que nosso corpo (a personalidade) é o egoísmo do desejo de receber somente para sí.

 

O outro sistema orgânico componente do Tarot chama-se Arcanos Menores, possui 56 cartas divididas em quatro grupos de 14 cartas, ou quatro órgãos, cada órgão é uma subesfera, um ambiente, uma esfera estabelecida no plano material, o NAIPE. Relacionada com os 4 elementos na nossa dimensão, inclusive dispensando características de temperamento humano. Trata-se do Plano Estabelecido.

 

Aprender sobre o Plano estabelecido ajuda a ultrapassar os limites da ilusão da personalidade. Em geral, tendemos a achar que espiritualidade e matéria são coisas distintas, contudo, nossa função original é realizar na matéria as intenções do nosso Eu Superior, sermos conduzidos pela Águia de volta para casa.

 

Naipes

 

 

  • Paus (Fogo) – o ambiente humano e as pessoas desse ambiente, que se relacionam com o dever, com a coragem, com as aspirações – tipo humano racional e responsável;
  • Ouros (Terra) – o ambiente humano e as pessoas desse ambiente, que se relacionam com aquisições, realizações e bens – tipo humano prático e materialista;
  • Copas (Água) – o ambiente e as pessoas desse ambiente, que se relacionam com as emoções, com a trocas, com as paixões e com as artes – tipo humano que valoriza relacionamentos e artes.
  • Espadas (Ar) – o ambiente e as pessoas desse ambiente, que se relacionam com a adversidade, com a transformação e ações não planejadas – tipo humano que se esforça contra o outro.

 

 

 

 

 

Cada "órgão" ou naipe é composto de 14 cartas:

 

 

  • 4 cartas, Rei, Rainha, Príncipe e Princesa, pessoas com as características humanas correspondentes ao ambiente, o órgão;
  • 10 cartas numeradas, do 1 (ou Ás), até o 10.

 

 

Do um ao nove de cada Naipe temos o ciclo completo, o 10 é o recomeço, num plano superior. O Bhagavad Gita ensina que temos 3 planos a galgar e a maioria dos humanos não deseja sair do primeiro plano.

 

Há uma referência no Tarot Zen de Osho, página 15: nela diz que o número 56 e os Naipes se relacionam com os sete passos de ida e sete passos de volta que Buda realizou em cada uma das 4 direções cardeais, quando nasceu. E eu acredito plenamente no sentido esotérico dessa alegoria.

 

Na abordagem total os números são qualitativos e não quantitativos e representam cada possibilidade existente no ambiente.

 

Os ímpares são positivos, ativos, fecundos, reconhecidos assim: 1, 3, 5, 7, 9, 10 (pois 1+0=1), lidos geralmente como mensagens favoráveis;

 

Os números ímpares são passivos, não geradores, negativos, pois neles a unidade foi bipartida, s]ao 2, 4, 6 e 8 e são lidos geralmente como mensagens desfavoráveis, onde há bloqueio de energia.

 

Em resumo, pra cada Naipe, os números são assim lidos:

 

1 ou Ás, início de ação;

 

2, Passividade, dualidade, divisão, dificuldade;

 

3, Perfeição, complementação, fertilidade, conclusão;

 

4, matéria, inércia, inatividade, passividade;

 

5, novo impulso, prazer;

 

6, crise, obstáculo, perda, enfermidade;

 

7, triunfo, sucesso;

 

8, perda de um processo;

 

9, novo impulso em plano superior, distância, estrangeiro;

 

10, Plenitude, fim de um ciclo, realização, avaliação.

 

As Casas Astrológicas representam outra vez o circulo perfeito divido em 12 raios, estes que são os setores ou casas onde acontece a ilustração do todo que se forma, para que o consulente tome consciência das tendências que se desencadeiam em sua vida.

 

Em resumo, lê-se assim:

 

Casa 1 de Áries, EU

 

Casa 2 de Touro, MEU

 

Casa 3 de Gêmeos, DENTRO,

 

Casa 4 de Câncer, DE ONDE,

 

Casa 5 de Leão, PESSOAL,

 

Casa 6 de Virgem, TRABALHO,

 

Casa 7 de Libra, TU

 

Casa 8 de Escorpião, TEU,

 

Casa 9 de Sagitário, PARA ONDE,

 

casa 10 de Capricórnio, PARA ONDE,

 

Casa 11 de Aquário, SOCIAL,

 

Casa 12 de peixes, CARMA (o trabalho maior)

 

Temos muitos futuros possíveis. Chamamos o Leão, despertamos a coragem, fazemos a escolha e aprendemos com o resultado, para chegar a novos nívei de conhecimento, plenitude e mais próximo do amor.

 

Gratidão,

 

Márcia cristina.

http://aguaeflorterapias.wordpress.com.br



O Mundo dos Sonhos

Publicada el 27 Ee julio Ee 2014 a las 15:00 Comments comentarios (0)

O MUNDO DOS SONHOS

                              

No trabalho de autoconhecimento os sonhos passam a ser um espaço importante, já que é o reflexo de nosso mundo interno. Precisamos despertar a consciência nos sonhos para conhecer a profundidade interna, tanto nossa realidade psicológica, quanto vivenciar a realidade da essência, do real ser.


Os sonhos são aspectos desconhecidos da existência, absorvidos pelo consumo, pelo trabalho e pela rotina. Nós estamos vivendo uma imensa ilusão e completamente inconsciente do verdadeiro estado interno. Se uma pessoa estiver praticando a auto-observação e a eliminação dos “Eus”, um por um, percebe que os sonhos se tornam cada vez mais claros, isso significa que a pessoa pode lembrá-los melhor. Você pode usar esses “sonhos claros” para saber o que está acontecendo no seu subconsciente.
Lembre-se dos sonhos, escreva e tente analisá-los.   


OS TIPOS DE SONHOS:


Podemos também experimentar vários tipos de sonhos:


  1. SONHO REPRESSIVO: Estes sonhos são os mais comuns, eles mostram os desejos, maus pensamentos ou emoções que socialmente são recusados ou que simplesmente, por algum motivo, não pudemos fazer no dia e também não estivemos alerta para eliminá-los; portanto, nossa personalidade os reprime e, como conseqüência, nas horas do sonho, os dito desejos, se manifestam. Um exemplo desses sonhos são os sonhos eróticos.  
2. SONHO OBSESSIVO: Estes sonhos são a manifestação de desejos ou pensamentos aos quais damos muita energia no decorrer do dia. Um exemplo é quando se pensa todo o dia em dinheiro, ou em ganhar na loteria e, como conseqüência, na noite sonhamos que nos ganhamos a loteria, ou que alguém nos deu muito dinheiro.  
3. SONHO COMPARTILHADO: Esta classe é a manifestação de um mesmo sonho em duas pessoas.  
4. SONHO PESADELO: Os pesadelos são todos aqueles sonhos angustiantes, com presença de medo e imagens pouco agradáveis; os ditos sonhos estão mostrando nossos mais profundos temores e traumas.
Estes sonhos podem ser conseqüência de uma vivência traumática, como um filme de terror, um assassinato etc..


DESPERTANDO A CONSCIÊNCIA NOS SONHOS:
Para chegar à consciência nos sonhos existem práticas para exercitar a capacidade de percepção da realidade, aqui veremos duas delas:


You need Adobe Flash Player to view this content.


Video do Site - Descubra-se.com - O Mundo dos Sonhos Parte 1



1. PRÁTICA: SOL

            

A prática para acordar nos sonhos!


A Chave SOL é para começar a viver no INSTANTE. A maior parte do dia deixamos que os defeitos psicológicos (eus) tomem controle de nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos, como fossem donos de nossa vida. Quando começamos a praticar auto-observação, vemos como a nossa psicologia muda sempre. Essa prática é muito simples e necessária para despertar a consciência no mundo físico e no mundo dos sonhos. A todo o momento deve se questionar:

- SUJEITO: O que estou pensando? Quem sou eu? Repita internamente seu nome e observe-se. Obs.: No mundo dos sonhos podemos aparecer em diversas formas: estudante, caçador, lutador, pescador, etc..

 

- OBJETO: O que estou fazendo?

 

No mundo dos sonhos fazemos as mesmas ações que no mundo físico, a mecânica da rotina (acordar, escola/trabalho, casa, problemas, distrações, etc.). Por isso estamos inconscientes e tudo é sempre o mesmo.

- LUGAR: Onde estou? Estar atendo onde está, observar cada detalhe: a cor da roupa que veste, ou características do lugar. Agora se questione: estou sonhando ou estou acordado?

 

E para confirmar puxe o dedo ou pule e confira:

 

Se durante o dia esta prática se realiza, vamos comprovar que o que fazemos (psicologicamente) no dia, repetí-lo-emos no sonho. Quando nesse estado repitamos o exercício, provavelmente os dedos se esticam… então poderemos saber que estamos sonhando, pois isso não acontece fora dos sonhos. Obs.: Também é possível dar um salto na intenção de voar. Se sair do chão saberá que trata-se de um sonho.

 


Assim, você poderá provar a existência dos “sonhos conscientes”. Nesse tipo de sonho a pessoa está consciente de estar andando no seu mundo dos sonhos. Você pode experimentar a liberdade da consciência e caminhar dentro do sonho com nitidez. Esses sonhos aparecem naturalmente quando você está eliminando os “eus”, pois gradualmente sua mente e emoções tornam-se livres e podemos abrir as portas da consciência (do real ser) nos sonhos.


 


You need Adobe Flash Player to view this content.

  

                                                     

 Video do Site Descubra-se.com - O  Mundo dos Sonhos Parte 2


2. PRÁTICA: RELAXAMENTO

             

A prática para entrar no mundo dos sonhos! 


1. PEDIDO: Peça a sua consciência que lhe permita conhecer os sonhos conscientes.
2. RELAXE: É necessário eliminar a tensão do corpo e da mente para abrir as portas do mundo interno. Lembre-se que o estresse e a ansiedade bloqueiam a consciência, por isso é importante o relaxamento. Este exercício é feito por meio da imaginação, concentração e vontade.
Com a imaginação, você visualiza as partes de seu corpo (comecemos pelos pés), com a concentração trate de sentir os dedos dos pés, o calcanhar, tornozelo, e novamente com a imaginação visualize uma luz de qualquer cor penetrando a pele, os ossos, etc. Com a vontade, ordene a todos os músculos, tendões e nervos para que silenciem, relaxem e acalmem… Agora prossiga com as panturrilhas, joelhos, quadril, costas, braços, pescoço, cabeça, etc. até que seu corpo fique totalmente cheio de luz e completamente relaxado.
O ideal é fazer este processo três vezes para relaxar bem o corpo.
3. PERGUNTA: Quando o corpo está bem relaxado, faça uma pergunta a sua consciência, peça um destino ao qual você quer ir, um lugar que quer conhecer, isto é chave para a comprovação da existência do plano dos sonhos… Todas as pessoas têm questões sobre a vida, uma decisão para tomar, qual caminho deve seguir, sobre o trabalho, casal, etc., a consciência interna é uma voz que pode guiá-lo da forma mais sábia, basta recorrer a ela.
4. ELIMINAR OS "EUS": Este é o momento de relaxar sua mente e emoções para experimentar um silêncio interno. Para conseguir, você deve eliminar cada “eu” que vier na mente (os pensamentos) ou emoções (os sentimentos) com a prática que ensinamos:   RESPIRE e PEÇA MENTALMENTE (à consciência que elimine o “eu” que você percebeu).
5. SINTOMAS: No momento quando você está relaxado completamente (corpo, mente e emoção), poderá sentir: formigamento suave, sensações elétricas leves, ruídos fortes (como o sopro do assobiar) ou a sensação de queda. Esses são sintomas para reconhecer o momento onde seu corpo físico fica dormido, e você pode sair com consciência em corpo astral ao mundo dos sonhos… No momento que você perceba esse sinal, levante de sua cama ou  pense em flutuar e para comprovar que está sonhando, puxe seu dedo polegar ou dê um salto; se o dedo esticar, ou você saltar e ficar boiando, você estará dentro de um sonho, agora recorde a pergunta que fez a sua consciência, peça de novo para que ela o leve a seu destino...


 


ELIMINE NO DIA OS EUS PSICOLOGICOS, POUPE SUA ENERGIA E ACORDE A SUA CONSCIÊNCIA DE INSTANTE EM INSTANTE 


  Isto lhe permitirá continuar descobrindo-se profundamente através dos sonhos. Sendo os sonhos uma linguagem interior, é necessária interpretação… Para isto, não precisa recorrer a um livro ou pessoas que nos digam o que significa estes sonhos, aqui falamos do exercício simples de usar o sentido comum na interpretação. Também temos que saber que os sonhos, numa grande parte, são interiores, manifestam nossos processos internos, emocionais, ou psicológicos, por isso podem ser utilizados para estudar esses estados, transcendê-los e continuar em um processo de autoconhecimento.  
  
 ALGUNS SIGNIFICADOS DOS SONHOS:

Água - Sexo, vida, dependendo da cor;
Andorinha – Ajudas;
Aranha – Ceticismo;
Árvore arrancada pela raiz - Alguém que se cairá e não poderá si levantar;
Árvore partida ao meio - Alguém que poderá se levantar;
Avião - Avanço espiritual;
Balança – Justiça;
Barco – Sexualidade;
Bíblia – Estar mal espiritualmente (lendo)
Bicicleta – Equilíbrio;
Burro – A Mente;
Cabelo grande – Castidade;
Calor e frio – Desesperação;
Caminho ruim – Problemas no caminho interno;
Cão manso – Amigo fiel;
Cão que morde – Traição de amigo;
Carro ou veiculo – Corpo físico;
Casa – Corpo físico;
Castelo - Trabalho e avanço interior;
Cavalo – Corpo Físico;
Chicote – Vontade;
Chuva – Lagrimas e dor;
Colégio – Escola da sabedoria interna;
Comida – Alimentos para a alma, sabedoria;
Cordeiro – Cristo Interno;
Coruja – Magia negra, feitiço;
Crianças – Consciência liberada;
Doces – Amarguras;
Elefante – Consciência despertando;
Eletricidade – Energia sexual;
Escada - Caminho Iniciado;
Espinha – Vontade, dor;
Estrelas – Inteligências divinas trabalhando a favor;
Excremento – Dinheiro;
Exército a favor – Lei divina a favor;
Exército contra - Dívidas pra pagar;
Flores - Virtudes da alma;
Galinha – Medo;
Gato que ataca – Traição;
Gravidez – Nascimento interior, situação embaraçosa;
Insetos voadores – Eus da mente;
Leão manso – Lei divina a favor;
Leão que ataca – Dívidas pra pagar;
Livro entregue por mestre – Sabedoria para receber;
Lua – Ego; Mar bravo – Mau domínio da sexualidade;
Mar manso – Domínio da sexualidade;
Matando gente – Eliminando eus;
Matrimônio – Conseguir sucesso do ser;
Montanha – Trabalho fértil, fecundo;
Muros – Conceitos;
Nadar conta a corrente – Luta contra a paixão;
Nascimento de pintinhos – Sucesso interno;
 – Estar mal internamente;
Nuvem – Mente vazia;
Pavão real – Orgulho – (penas caídas) – domínio da mente;
Pomba – O Ser, espírito santo;
Porco – Paixão sexual, fornicação;
Ratos – Ladrões;
Relógio – Tempo;
Roupas rasgadas – Espiritualmente pobre;
Sol – Sabedoria;
Tartaruga – Lentidão espiritual;
Teia de aranha – Confusão mental;
Telefone – Comunicação;
Vaca – Mãe interna – Consciência;
Vassoura -  Limpeza interna;
Voar – Estar bem espiritualmente;  

CORES:  

Amarelo – Sabedoria, conhecimento;
Azul – Amor, tranquilidade;
Branco – Pureza, paz;
Cinza – Estado medíocre;
Lilás – Máxima espiritualidade;
Preto – Negatividade, introspecção;
Verde – Esperança, cura, equilibrio;
Vermelho – Agressividade, luxúria;  

NÚMEROS:  

1. Pai interno;
2. Mãe interna (consciência) – casal;
3. Sacrifício pela Humanidade – Créditos;             
4. Virtude divina;
5. Lei divina;
6. Amor;
7. A ordem;
8. Justiça;
9. Sexual.

(para números maiores somar, ex:14 = 1+4=5)  


Bons Sonhos!

Por Nando Pokator / Apoio: Descubra-se.com

Catalepsia Projetiva - Como Bloquear ou Como Aproveita-la

Publicada el 27 Ee julio Ee 2014 a las 13:20 Comments comentarios (5)

 

 "A CATALEPSIA PROJETIVA"


A catalepsia projetiva também é conhecida como catalepsia astral, paralisia do sono, paralisia noturna, pisadeira, entre outros vários nomes criados em diferentes culturas. Este fenômeno acontece todas as noites durante o nosso sono, com o objetivo de evitar que o corpo físico se mova durante os sonhos, é algo natural, temporário e benigno que ocorre em todos os seres humanos e alguns animais como cachorro e gato que também se projetam em corpo astral durante o sono.



paralisia do sono muitas vezes não é notada, porque quando estamos dormindo profundamente, este processo é desativado automaticamente antes de acordarmos.  Ainda assim é muito grande o número de pessoas que tem consciência das catalepsias projetivas e por não entender este processo, acaba transformando a experiência em algo perturbador, criando várias “alucinações” auditivas, visuais, táctivas, entre outras, já que nossa consciência está em dois planos diferentes, isto é, nosso corpo astral ainda não se encaixou completamente ao corpo físico e podemos ter as percepções, tanto do plano físico, como do plano astral



Na conscienciologia e projeciologia estes processos são chamados  de estados hipnopômpico e hipnagógico (estados alterados de consciência).


• O Estado Hipnopômpico- É quando estamos voltando do sono com as ondas cerebrais ainda muito baixas (“alfa” para “beta”;) neste estado nossa percepção extrassensorial está muito ativa e podemos ter pensamentos intuitivos e criativos;


• O Estado Hipnagógico-  É quando estamos entrando no pré-sono e baixamos nossas ondas cerebrais de Beta (estado alerta) para Alfa (estado de relaxamento profundo).   Tanto no estado hipnopômpico, como no hipnagógico podemos experimentar a catalepsia projetiva. Para entender mais sobre estes estados alterados de consciência, recomendo o artigo sobre O TRANSE.


PERGUNTAS E RESPOSTAS:


Quais os Principais Sintomas da Catalepsia Projetiva?

  •  A pessoa tenta abrir os olhos, mas eles não se movem;
  • Tenta mover alguma parte do corpo, mas não consegue;
  • Tenta falar, gritar ou pedir ajuda, mas não emite nenhum som;
  • Acaba tendo várias percepções estranhas como, por exemplo: sentir que a cama está balançando, ver o quarto totalmente diferente e com os olhos ainda fechados, audição ampliada, etc.


Como Neutralizar a Paralisia do Sono?

  •  Respirar profundamente e lentamente por alguns segundos, manter-se calmo, sereno, e então tentar abrir os olhos ou mover algum músculo, por exemplo: (dedos do pés).


Como Aproveitar a Catalepsia Projetiva para Sair em Viagem Astral?

  • Quando acordar paralisado não tente mover nenhum músculo, procure ficar o mais tranquilo possível, somente observando o que acontece ao seu redor, permaneça calmo e sereno, livre de quaisquer pensamentos, sem medo, sem ansiedade, sem nervosismo.
  • Irá sentir um sono muito forte quase que impossível de resistir, tente manter a lucidez, observando a energia fluir por todo seu corpo e quando sentir o estado vibracional, essa é a hora de se projetar. Poderá imaginar que seu corpo está leve como uma pena ou que existe uma bolha energética à sua volta, que te envolve e te puxa para cima em viagem astral.


A MINHA PESQUISA:


 Observando as minhas experiências espontâneas de projeção astral que ocorrem por consequência das catalepsias projetivas, acabei descobrindo uma posição muito especial para acordar paralisado e então me projetar para fora do corpo físico com total consciência.


Certo dia eu acordei paralisado pela manhã, falei comigo mesmo: “poxa, sempre que me posiciono desta forma acabo tendo estas paralisias!”.  No mesmo dia comentei com alguns amigos do IPEC e do IVA – “hoje estarei tentando uma posição diferente para acordar em catalepsia e amanhã vou postar pra vocês


 Tive sucesso imediato, peguei no sono e depois de algum tempo acordei paralisado. Fiquei saindo do corpo e voltando, sempre sem me mover e tive um total de seis paralisias durante a noite, foi então que mudei a posição do meu corpo e consegui dormir normalmente sem acordar paralisado. 


O POSICIONAMENTO:


• Primeiramente deite-se com a barriga para cima; • Vire-se para o lado esquerdo de seu corpo e fique de lado; • Coloque a palma da mão esquerda em baixo da seu rosto esquerdo e a mão direita entre os seus joelhos; • Deixe o corpo reto e as pernas dobradas posição de (concha); • Evite cruzar as pernas, mantenha-as paralelamente uma sobre da outra; • Após isso, durma tranquilamente com o desejo de acordar em catalepsia projetiva.

 

ALGUNS RELATOSOBRE A TÉCNICA:

Breno: Consegui sair em astral com a mão esquerda no rosto... Foi muito facil... adormeci e despertei em catalepsia, e consegui sair em astral, pena que quando acordei nao lembrei de mas nada sobre a projeção. Mas foi certeza essa tecnica Abraços

____________________________________________________


Vinicius: Eu segui suas dicas, sem compromisso algum se ia dar certo ou não,mas por ncrível que pareça, FUNCIONOU! Não trabalhei as energias, e apenas fiz o procedimento, e dormi com a intenção de sair no astral. No meio da noite, despertei sentindo um forte EV. Ainda estava preso no corpo, mas com a mão que estava por baixo do rosto, estava empurrando o corpo astral pra fora do corpo físico. Quando estava prestes a desprender, não sei o que deu em mim, senti medo, e voltei para o corpo físico e acordei. Deitado na cama, ainda continuei sentindo o EV por algum minutos. Não compreendo... fiz várias técnicas e, com muita dificuldade, consegui algumas projeções semi-lucidas de curta duração. Fiz o seu procedimento e como num passe de mágica funcionou?!?! Será que realmente funciona ou é mera coincidência? ____________________________________________________


Otavio Aguiar: Nando! Que beleza de posicionamento. Funcionou comigo também! Nunca tinha tido catalepsia e nesta noite senti um forte EV, acordei sem abrir os olhos e sem sentir a respiração, fiquei tão feliz que acho que a ansiedade me atrapalhou a sair em astral. Eu estava sentindo o EV e não sabia o que fazer, primeiro pensei em estar em outro lugar, aí rapidamente somente relaxei e neste momento o EV foi diminuindo e eu abri os olhos. Alguma dica caso eu consiga novamente? Estou mais perto do que eu imaginava da primeira projeção lúcida.

Obrigado.

____________________________________________________


Melch: Também tive repercussões durmindo de lado. Tentei um dia desses e senti a cabeça inxada, como em um balonamento e seguido de catalepsia, mas não consegui sair nesse dia!

____________________________________________________


Tainá: Olá gente, fiz a técnica do Nando como um teste, naquela noite estava muito cansada, então não tinha muita esperança que algo fosse acontecer. Quando estava fazendo a técnica apareciam muitas imagens na minha cabeça, lembranças da noite anterior vinham na minha mente sem eu querer, na verdade eu queria apenas esquecer tudo que havia acontecido e me concentrar, neste momento que estava tendo onirismo e lutando contra o mesmo, algo muito estranho aconteceu; a cama tremeu, isso mesmo!!! Senti minha cama tremer, não sei se foram minhas energias, eu mesma, ou até mesmo uma entidade presente... A sensação foi muito estranha, pois nunca tinha acontecido algo assim comigo. Obs: fiquei até com vergonha de postar isso aqui, mas enfim... rsrsrs ____________________________________________________


Francisco de Paula: Vamos lá, esta noite eu fiz a técnica ensinada, estou receoso em dizer que tive um forte EV, pois na minha mente eu tenho certeza que tive, mais minhas lembranças dizem que não... Era por volta de 1:30 da manhã, quando acordei e virei na posição ensinada e apaguei... literalmente, quando senti um tremor filho da mãe, que me deu um susto daqueles, a sensação que tive foi que pulei da cama.. kkkkk, o mais estranho é que minha esposa não reclamou, hehehee, bem, depois disso só lembro de ter voltado a posição pra tentar mais uma vez... consegui de novo, mais o sono não me deixou analisar o fato, apenas acordei e virei pra direita, com sono, porém muito consciente, dormi e não senti nada, quando acordei soube que foi por causa da posição, bem voltei a dormir pra esquerda e tive um sonho bem legal onde eu via que esta posição ligava a energia de dois chacras.. (isso é o eu to narrando, nem sei se isso pode acontecer...). foi isso, hoje vou tentar de novo e amanhã também, e depois de amanhã.. kkk até ficar craque..

ps, antes de durmir fiz a técnica completa 3 e 4. vlw, abraços pra todos. ____________________________________________________


Érica: Olá Nando, fiz a tecnica só que tá acontecendo uma coisa eu to me assustando na hora que vou sair do corpo, ai acabo acordando, tem alguma dica? Eu até sinto o corpo escorregar mas na hora me assusto... de todo jeito valeu pela dica ai, abraços

____________________________________________________


VinciusF: Eu fiz essa técnica acho que semana passada , e eu nem senti a catalepsia quando percebi já estava dando uns voôs no astral , ainda me falaram que a melhor sensação do mundo é voar e eu nucna tinha tentando no astralzin, mas eu acabei perdendo a lucidez antes . Obrigadão pela tecnica Nando, eu não entendi ainda como esta tecnica funciona e o porque desta posição, não sei se é algo para se concentrar ou sair por força de vontade (especulando... ), mas que funciona ,funciona. Paz ____________________________________________________


Elize: Bom, estava na internet conversando com uns amigos quando decidi tentar essa técnica, nunca a tinha feito antes e quis experimentar. Relaxei meu corpo e minha mente, tirei tudo que me encomodava psicologicamente. Deitei de lado e acordei em catalepsia no meio da noite, meu corpo estava paralisado, não mechia nem um dedo e como a Tainá descreveu acima minha cama também estava pulando, era como se tivesse várias pessoas brincando em cima dela. Na hora fiquei com medo e queria que aquilo tudo parasse, pois, não sabia o que era, se era mesmo catalepsia ou algo de ruim… Na hora consegui despertar mas até hoje eu imagino o que poderia ser aquilo, ainda não consegui esclarecer. Mas desde então sempre pratico essa técnica e já consegui obter ótimos resultados. Obrigado pela ajuda e companheirismo. Boa Sorte a Todos!

____________________________________________________________


Por Nando Pokator

UM ENCONTRO INTERIOR

Publicada el 5 Ee febrero Ee 2014 a las 21:30 Comments comentarios (3)

Por Zana Martins 05 de fevereiro de 2014.


UM ENCONTRO INTERIOR



 

Diante de toda aquela confusão emocional, mental, percebi quanto valor tem minha vida e o tanto que desperdicei tentando molda-la, criar uma história perfeita, cheia de certezas e de sórdidas mentiras.



Precisei de fato entregar-me a total melancolia para fascinar-me ainda mais por mim mesma.



Comecei me livrando de auto- sugestões, de expectativas, decidir voltar e resgatar um pouco de mim que dormia um sono tão leve q bastou um sussurro para vim cavalgando entre meus poros, meu ser, meu amago.



Não esperar nada de ninguém, não é ruim,

Não esperar que os outros se preocupe ou faça algo por vc não é ruim,

Viver assim te faz mais forte

ser forte te faz evoluir

Evoluir te faz sublime

permite emanar apenas o amor

e não as incertezas, duvidas e frustrações.



Afinal não tem que se preocupar com problemas pequenos e muito menos preocupar-se com os grandes, tende criar soluções, buscar novas alternativas, coragem para modificar-se, aceitar o novo e quiça resgatar os bons e velhos hábitos que aprendeu no passado.



Bom, tudo na teoria parece fácil, então é preciso executar, colocar em prática, praticar!



Quem quiser estar junto comigo, é preciso entender que sou e serei sempre uma metamorfose e nada farei para que isso seja diferente.



Estarei no meu mundo,(infinito particular) e nem pense que isso é egoismo, não, por favor, isso é virtude!



Pois só ajuda, ama e contribui para com o próximo quem está em harmonia consigo mesmo.



e é assim que eu estou, navegando, buscando, encontrando-me, aceitando as coisas e pessoas como são, Harmonizando-me com as diferenças.



Claro que não espero o mesmo de outras pessoas, mas aprendi com um velho índio Xamã que o que vc emana volta como espelho, portanto, farei meu melhor para vigiar meus pensamentos.



E assim vou eu, condutora do meu barco, em águas calmas navegarei e quando chegar as tempestades, lembrarei o quão calma ficará as águas depois.




 

Com carinho para quem interessar, deixo essa mensagem!

ZANA MARTINS.

Infancia e mediunidade

Publicada el 26 Ee enero Ee 2014 a las 20:50 Comments comentarios (1)

Me chamo Meyrielle Farias, tenho 23 anos e sou médium. Venho compartilhar com vocês um pouco das minhas experiências mediúnicas, ainda quando criança.


INFÂNCIA E MEDIUNIDADE

Com 3 anos de idade lembro-me de estar em meu berço e sempre que olhava para o teto tinha a sombra de um homem que ficava me chamando.. ("vem para o tio, vem para o tio") Como tudo para criança é novidade, achava aquilo curioso e ao mesmo tempo tinha um pouco de medo.. aquela cor negra da sombra me causava espanto e raramente eu queria ficar sozinha no quarto.Tinha medo dele descer do teto e querer fazer algo comigo.

Tentava chamar a atenção da minha mãe, apontando para cima, ela olhava e me dizia que não tinha nada lá. Todos que iam em minha casa achavam estranho que eu ficasse apontando para o teto a todo momento.

Naquela época, tínhamos um vizinho que era pai de santo, todos o chamavam de benzedeiro. Já era um homem idoso, possuía seus 60 e poucos anos e certo dia, ele incorporou um espirito desencarnado que se identificou como José, irmão do meu pai.

A esposa dele foi correndo chamar minha mãe, pois ele tinha um recado a passar. E disse o seguinte:

"O Vicente (meu pai) vai morrer igual a mim (ele morreu bêbado e foi atropelado. Seus restos mortais tiveram que ser recolhidos com uma pá ) se vocês não fizerem o que eu digo. Quero luz, e pra nada acontecer com ele, vocês precisam mandar fazer uma missa pra mim! Essa missa tem que acontecer numa segunda-feira e ninguém da família pode ir e muito menos passar perto da igreja, por que se for, eu acompanho!"

A tal missa foi feita e no decorrer da minha infância, nunca mais o vi. Quem me contou como foi a "sessão" foi minha mãe, após alguns anos.


Essa é a primeira experiência com espíritos na qual me recordo.

Meditacao quantica 3 visao - AION

Publicada el 14 Ee octubre Ee 2013 a las 13:30 Comments comentarios (0)

Meditação Quântica: 3ª Visão -
Com Celso Cardoso Pitta


23 de outubro de 2013, às 20h30, via conferência online ao vivo


Entrada Franca!!


Acessando energias de altas frequências pela prática da Meditação Quântica, com a técnica da concentração e transferência da energia prânica para a expansão da 3ª visão. Podemos perceber frequências de energias que estão além do espectro eletromagnético visível aos cinco sentidos físicos. Estas frequências podem ser acessadas quando exercitamos nossa vontade, direcionada pela respiração e pela concentração mental. Até mesmo pessoas com pouca ou nenhuma sensibilidade podem aprender esta técnica e terem percepções destas frequências.


Confirme sua presença no Facebook no lnk:

CLIQUE AQUI


Confira as Ultimas Novidades do IPEC!!

Publicada el 13 Ee septiembre Ee 2013 a las 14:30 Comments comentarios (0)

 

Confira a nossa agenda para os próximos dias!


Ciclo de Palestras sobre o Projeto MAISCOMCIÊNCIA

Evento Online e Gratuito

Com:

Sérgio Plátiz

O projeto MAISCOMCIÊNCIA foi idealizado com o propósito de auxiliar a expandir a consciência humana através do entendimento prático das leis que regem nosso universo. A proposta é oferecer ferramentas para enfrentar os dilemas pessoais de maneira direta e corajosa, sem recorrer a bengalas psicológicas, mentais, emocionais ou físicas.

Esse ciclo de palestras visa mostrar e demonstrar a filosofia do projeto MAISCOMCIÊNCIA sobre o universo no qual estamos inseridos. O tempo estimado de cada palestra é de 40 minutos com 15 minutos adicionais para perguntas. Serão abordados os seguintes temas:

 

  • 1º Dia – 13/09/13 - Tema: Princípios Básicos. Resumo: Visão introdutório sobre o projeto MAISCOMCIÊNCIA.

  • 2º Dia – 20/09/13 - Tema: Universo Fractal. Resumo: Aprofundamento sobre a natureza fractal do Universo.

  • 3º Dia – 27/09/13  - Tema: Opostos Complementares. Resumo: Aprofundamento sobre a natureza dualística e complementar do Universo.

  • 4º Dia – 04/10/13 - Tema: Ondulatória. Resumo: Relação da frequência com a energia.

  • 5º Dia – 18/10/13 - Tema: Consciência. Resumo: Os níveis de consciência existentes.

  • 6º Dia – 25/10/13 - Tema: Educação. Resumo: A educação como ferramenta importante para a expansão da consciência.

  • 7º Dia – 01/11/13 - Tema: Consciência Sistêmica. Resumo: O novo tipo de consciência disponível para a humanidade.

 


Início HOJE - 13 de Setembro 2013.

Horário: 19:30 às 20:30 (Horário de Brasília)

Local: Sala de Conferências IPEC: www.gvolive.com/conference,institutopec



Maiores Informações - Clique Aqui

====================================================================

 

 


MEDITARE - Religando-se ao seu Interior


Meditações Diárias, Gratuitas e Online

De uma parceria entre o blog Caos e Conhecimento e o IPEC, deu-se início ao Projeto MEDITARE: A cada dia da semana um facilitador diferente realiza uma meditação online na Sala de Conferências do IPEC. Você poderá conhecer diferentes tipos de meditações e com a ajuda dos facilitadores realizar este encontro com o seu interior.

O OBJETIVO: é incentivar o hábito da meditação diária, a busca pelo autoconhecimento, proporcionando todos os benefícios de uma boa meditação. (Sem mais desculpas de falta de tempo ou de incentivo para tal prática!). Buscamos levar essa mensagem ao maior número de pessoas possível.

O HORÁRIO E A DURAÇÃO: as meditações ocorrem pelo turno da noite, próximo ao fim da noite, proporcionando um relaxamento e uma boa noite de sono. A duração de cada dia de encontro é por volta de 30 minutos e, no máximo, 1 hora.

Evento Online e Gratuito


Datas e Horários

(Horários de Brasília)

  • 2ª feira: Geni Lopes 20:00
  • 3ª feira: Mestre El Morya 20:00
  • 4ª feira: Sergio Plátiz 20:00

Gostaria de conduzir uma meditação nos seguintes dias?
(envie um email para:
[email protected] )

  • 5ª feira: -------------- 20:00
  • 6ª feira:     -------------- 22:00
  • Sábados: -------------- 22:00
  • Domingos: -------------- 20:00


    Inscrições e Maiores Informações - Clique Aqui

==================================================================

Grupo de Estudos Online - Livro "TERRA - As Chaves Pleiadianas"

 Com:

Ibiatan Upadian

 

Descrição:

Venha fazer parte do Grupo de Estudos On-line sobre o livro "TERRA: Chaves Pleiadianas para a Biblioteca Viva", um best seller de luz canalizado por Bárbara Marciniak.

"TERRA foi escrito depois do best-seller “Mensageiros do Amanhecer” publicado pela Editora Ground, e é um manual para uma vida inspirada, que exorta a reconhecer as energias da Deusa e o poder do sangue como ligações poderosas com o nosso DNA e a nossa herança no planeta Terra.

Os ensinamentos pleiadianos podem ser comparados aos de um xamã, a antiga seita de consciência que tem servido de intermediária entre os domínios do físico e do espiritual, levando as pessoas à autodescoberta. Os pleiadianos, através de Barbara Marciniak, fazem-se entender de uma forma simples e divertida, não totalmente diferente da boa sabedoria de um guru, mas em nível cósmico.

Mesmo que o leitor não tenha inclinação por canalizações, vai descobrir que os conselhos sobre autodesenvolvimento constituem leitura esclarecedora e fascinante."

Data: Todos os sábados (desde 07/07/12)

Horário: 16:00 às 19:00 (Horário de Brasília)

Local: Sala do IPEC:
http://www.gvolive.com/conference,institutopec

Inscrições e Informações - Clique Aqui

==================================================================



Participe Também do Nosso Grupo Prático de Projeção Astral

Esse grupo foi criado com o intuito de agregar cada vez mais os membros do IPEC e, além disso, conquistar, com esforço, dedicação, comprometimento, foco e disciplina, as tão sonhadas experiência astrais.

Como o Grupo Prático funciona?

Cada membro deverá escolher uma técnica de viagem astral que considere ser a mais adequada para sí próprio e praticá-la diariamente, de acordo com as possibilidades. Deverá de preferência escolher somente uma técnica para praticar.

Todos os dias, de preferência, deverá o membro postar seus relatos, sensações, técnicas usadas etc. O que sentiu, em decorrência da técnica praticada na noite anterior. Todos os dias será criado um novo tópico em nosso fórum e estaremos acompanhando cada membro, dando dicas, tirando dúvidas, indicando materiais e ajudando na medida do possível.

Para Saber Mais - Clique Aqui


==================================================================


Conheça o Nosso Novo Projeto - Um Vídeo Indutor de Projeção Astral



Pensando em uma forma de fácil acesso à projeção astral, resolvemos criar um novo arquivo baseado em pesquisas, estudos e experiências extracorpóreas. Onde de forma simples e precisa, qualquer pessoa poderá ter acesso ao método, seja pelo celular, tablet, smartphones e/ou outros dispositivos que reproduza vídeos em formato WMV.

COMO FUNCIONA?

O vídeo trabalha com frequências sonoras de 741hz, 439hz e 396hz com volumes diferenciados. Adicionamos ainda duas imagens, sendo elas: Uma clara e outra escura, imagens estas que se alternarão para que nesse processo, venham a facilitar e elevar nosso estado concentração, foco e consequentemente trabalhará o nosso sistema de absorção energética através da respiração consciente. Na metade do vídeo incluímos um flash continuo e rápido para trabalhar o EV (estado vibracional) e também um som de sino ao final, caso o usuário venha a cair no sono, isso fará com que ele desperte a lucidez novamente (este processo também atua diretamente nas glândulas pineal e pituitária).

Saiba Mais - Clicando Aqui

===================================================================

 



PAZ E LUZ!!

NANDO POKATOR


Visite:


www.institutopec.com.br

" Estudar, Aprender, Ensinar e Crescer ... Juntos!! "

%site%

POLARIDADE E EVOLUÇÃO

Publicada el 24 Ee agosto Ee 2013 a las 12:25 Comments comentarios (1)


POLARIDADE E EVOLUÇÃO

Desde que a história da humanidade terrestre é conhecida, o conceito de bem e mal se faz presente. Lemúria, Atlântida, Sodoma e Gamorra, exemplos de civilizações/cidades que a luta dentro desta POLARIDADE provocou os seus fins, muitas vezes justificados pela interferência divina.

Na literatura espiritualista/religiosa é comum observarmos também a espiritualidade dividida em Trevas e Luz, Céu e Inferno. As Trevas (Inferno) como o local povoado por entidades de vibrações negativas, mais densas, onde predominam as expiações, através principalmente de sofrimentos morais, vivendo tormentos ocasionados pelas atitudes dessas consciências ao longo de sua passagem na carne. A Luz (céu/paraíso) um local onde predominam seres de alta sabedoria moral, que de alguma forma estão orientando aqueles que ainda na carne, buscam o caminho da evolução.


É interessante notar que esta dualidade entre o bem e o mal permanece além túmulo, onde seres infernais existem como verdadeiras sanguessugas das energias daqueles que povoam suas terras, e ao mesmo tempo, coexistem com entidades de alta magnitude que estão sempre atentas a fazer o resgate daquelas consciências perdidas na confusão mental que se estabeleceu em si mesmas, proveniente de seus desatinos em vida física e que continuam após o desencarne.

O que proponho neste texto é uma abordagem diferente desta polaridade, relacionando-a com a nossa evolução.


A primeira pergunta a fazer seria o que é a EVOLUÇÃO?


Se formos pegar a resposta com algum sábio hindu, talvez ele dissesse que evolução é você controlar o seu ego. Um esotérico talvez falasse que evolução é você aproximar da sua essência divina. Um espírita talvez afirmasse que evolução é o auto-aperfeiçoamento gradativo intelectual e moral, deixando sua condição inicial de "simplicidade e ignorância" para se elevar à condição de pureza espiritual. Um católico poderia falar que evoluir é você seguir os ensinamentos de amor de Jesus.

Vejamos que em todas as respostas se busca algo parecido com uma perfeição.

 

 

E aí está o ponto chave, o que seria esta PERFEIÇÃO?


Será que para buscarmos esta perfeição, teríamos que necessariamente desequilibrar a balança da polaridade para o bem?


Se você teve paciência de ler este texto até aqui, meus sinceros agradecimentos. A partir de agora entrará minha opinião a respeito disso tudo. Minha opinião não é proveniente de nenhuma espécie de canalização espiritual, nem tampouco de alguma fonte divina. Ela é apenas fruto daquilo que sou (ou estou), de todas as experiências e estudos que fiz em minha existência, o que também não deixa de ser apenas uma visão passível de uma porção de equívocos. Apenas solicito que já que chegou até aqui mesmo, continue. Se possível, leia refletindo como mais uma possibilidade da verdade, como tantas outras que estão a nossa disposição.

Acredito que não há como fugir da polaridade entre o bem e o mal porque ela está dentro de nós. Se buscarmos um lado deste equilíbrio de forças negando o outro, nos tornamos incompletos.


Farei uma analogia para melhor entendimento do leitor. Não importa se você acredite em vidas sucessivas ou não. Imagine que ao longo desta vida ou de outras nascemos com um BRAÇO ESQUERDO bastante desenvolvido pelas nossas experiências adquiridas ao longo de nossa existência (em vidas sucessivas, ou desde o nascimento). Este braço simboliza a polaridade do mal. São todas as nossas reações negativas: raiva, medo, inveja, orgulho, etc. Estas reações são muito conhecidas por nós, convivemos com elas já há muito tempo. Quando estas reações negativas chegam a nos desequilibrar, e isso é muito fácil de ocorrer, a consequência provável disso é a interferência também em nosso semelhante, gerando sofrimentos. O sofrimento nasce necessariamente desse convívio com o semelhante, pelo descontrole das emoções negativas (neste caso).


Entretanto, já faz um tempo que estamos desenvolvendo, ou melhor, conhecendo o nosso BRAÇO DIREITO. Nele estão simbolizados outros tipos de reações, as nossas reações positivas: compaixão, união, esperança, amor, etc. Estamos reconhecendo isso em nós cada vez mais, como se tivéssemos despertando para novas possibilidades da nossa consciência. Isso é muito bom! Estamos conseguindo reconhecer um pouco das nossas ligações emocionais descontroladas com nossos semelhantes (principalmente familiares) através do despertar deste lado positivo.


Esta é nossa evolução, conseguir através do autoconhecimento perceber os DOIS braços que temos: o braço esquerdo, que são nossas emoções negativas, e o braço direito que são nossas emoções positivas. Lembre-se, a analogia dos braços é somente para maior entendimento.


O problema é que ao nos deparar com a positividade dentro de nós, estamos fazendo o mesmo equívoco que fizemos quando a negatividade nos dominava. Estamos negando um dos “braços” e gerando desequilíbrio da balança da polaridade novamente. Há um verdadeiro deslumbramento pelo reconhecimento do amor, alegria, compaixão dentro de nós, de forma tal que quando voltamos a sentir: orgulho, raiva, indignação, inveja, consideramos isso algo muito errado, e negamos a existência deles. Passamos novamente a termos apenas um BRAÇO, e estranhamos que isso não está provocando paz em nossos corações. Além disso, ao negar a negatividade, ficamos presas fáceis àqueles que se alimentam dela.


Você poderia falar: “Mas, quem vibra Amor, recebe Amor!” Não duvido disso. O problema é que emoções negativas fazem parte de nosso ser, e estaremos tendo experiências assim inevitavelmente, pelo menos como seres humanos. Podemos ver nosso filho pequenino no chão engatinhando e ficarmos muito felizes com aquele momento, e ao mesmo tempo, se ele cai ao tentar se levantar e bate a cabeça, ficamos imediatamente com medo dele ter se machucado. São reações positivas e negativas que fazem parte de nosso ser. Esta do exemplo talvez seja muito fácil reconhecermos em nós. Já a inveja, o orgulho, o egoísmo, são bem mais complicadas de reconhecermos. Normalmente nós negamos.


Desta forma, meu querido leitor, chego finalmente a minha definição de perfeição. Perfeição para mim não é o bem, a LUZ. Nem acredito que a imperfeição é o mal, as TREVAS. Acredito que somos SOMBRA e LUZ, que somos bem e mal, que somos a polaridade. Por sinal, bem e mal são apenas palavras para descrever energias com vibrações antagônicas. A perfeição seria o autoconhecimento pleno do que somos. Desta forma, todas as nossas reações, sejam elas positivas ou negativas não chegarão a um ponto de interferência direta ou indireta aos nossos semelhantes, porque estarão dentro do nosso total conhecimento do que somos. Inclusive nossas reações não provocariam a perda de nossa paz interna, porque também reconheceríamos que elas são inerentes ao que somos (ou estamos), e desta forma poderiam ser controladas.


Evoluir é nos conhecer, reconhecendo aquilo que somos, e desta forma, vencendo qualquer tipo de bloqueio que impede isso. Os bloqueios nascem da negação daquilo que observamos em nós mesmos. O agente para fazer esta observação é nosso coração. Não é a toa que a localização do coração no ser humano está no centro de nosso campo energético (chacras) e do nosso corpo humano.

Inclusive, amigos, se este texto não despertou nada no seu coração, nem sequer uma indignação, mil desculpas pelo seu tempo perdido. Mas, se algo foi sentido aí dentro, negativo ou positivo, fico feliz por isso, porque este foi o objetivo dele.



Por Rafael Aidar

Meios e Fins

Publicada el 5 Ee agosto Ee 2013 a las 23:35 Comments comentarios (0)

MEIOS E FINS


"Os fins justificam os meios". Esta frase ficou famosa como uma alusão de que "certos" fins podem, ou devem, ser alcançados através de métodos não convencionais, ou anti-éticos, ou violentos.

Aqui neste texto gostaria de fazer uma abordagem diferente desta frase, convidando o leitor a analisar que as finalidades que quase todos os seres humanos almejam em suas vidas são muito parecidas, por diferentes meios.


Se perguntarmos a qualquer ser humano o que ele busca em sua vida, quase todas as respostas serão algo que provocará paz, liberdade e felicidade. Mesmo que a resposta seja relacionada à saúde, prosperidade financeira, conhecimentos, amor conjugal, o objetivo final de cada um acaba convergindo para algo muito próximo a ser livre, feliz e estar em plena paz.


E por que será que ainda não temos paz, somos livres e felizes?


Ora, se todos os seres humanos buscam isso por que ainda não alcançamos o estado pleno destes sentimentos em nossas vidas?


Diria que a resposta está na famosa frase acima, que ficou símbolo do maquievalismo: "
Os fins justificam os meios". Só que estes fins acabam não sendo alcançados nunca porque ficamos presos nos meios para alcançá-los.


Todos somos uma espécie de mestres com capacidades de ensinar a alguém através de alguma atitude que possa despertar o que está adormecido em cada um, e que por razões diversas já despertou em nós. Assim como podemos aprender com o outro da mesma maneira. Acredito que todos estamos conectados como células vivas de algo maior, buscando a mesma coisa (talvez até mesmo este "algo" maior também busque), só que patinamos neste caminho por desprender muita energia na forma de alcançar. Nossas crenças não são tão importantes assim, se buscamos a mesma coisa. O conhecimento que tanto buscamos em livros, palestras, estudos, é também apenas um meio de despertarmos em nós este lado inconsciente que nos prende em conceitos, doutrinas, dogmas, pensamentos que ficam em um processo apenas mental.

Não que a maneira de se chegar em algo não seja muito importante. Ela é imprescindível em qualquer processo de expansão de nossa consciência sim. O problema é que nos ligamos tanto aos meios que perdemos a noção de onde queremos chegar. E as consequências disso são que a felicidade, a paz, a liberdade, o amor ficam mais no campo das ideias e apenas dão alguns suspiros em nosso coração.

Sendo assim, remeto o leitor para outra famosa frase: "Cogito, ergo sum" que significa "Penso, logo existo". A citação é uma conclusão do filósofo e matemático francês Descartes alcançada após duvidar da sua própria existência, mas comprovada ao ver que pode pensar e, desta forma, como ser pensante, existir indubitavelmente. O simples fato de pensar pode realmente comprovar que estamos existindo, mas isso não nos faz estar conectados aos demais iguais que convivem conosco. Há milênios pensamos e há milênios não alcançamos o que almejamos de uma forma definitiva dentro de nós.

Desta forma, trocaria a frase de Descartes para: "Sinto, logo existo."

Tudo que almejamos passa de apenas ideias para chegar em algo muito mais duradouro que é o sentir. No sentir as palavras perdem o significado, assim como os estudos, o conhecimento adquirido. Nós não só estamos conscientes de tudo que ocorre conosco e a nossa volta, como entendemos nossos iguais porque sentimos o que se passa em cada um deles. O entendimento de algo é pobre, porque é apenas um estado mental, um pensamento que está baseado em toda nossa história existencial. Já o sentir não precisa de explicações, ele simplesmente é.

Uma relação sexual , por exemplo, geralmente é prazerosa fisiologicamente. Entretanto, ela será muito mais intensa se nos conectamos ao outro em perfeita sintonia de amor, sentindo isso em nossos corações. Se vamos levantar nossas mãos para alguém para doar energias, há um fluxo energético do doador para aquele que se coloca como recebedor. Este fluxo magnético por si só já ajuda a harmonizar energeticamente quem recebe. Porém, se fazemos isso sentindo o amor dentro de nós, gratos pelo oportunidade única do auxílio, há uma sintonia muito mais intensa de ambos, e além de energias captadas nos chacras, o recebedor agora, se estiver plenamente aberto para isso, poderá sentir também o amor enchendo seu coração. E esta experiência passa a ser muito mais intensa do que "apenas" uma troca energética.

Quem de nós não sonha com um mundo onde possamos sentir o que o outro sente, estando cada vez mais conectados em uma condição plena de paz e amor? Quem de nós não quer ser totalmente livre, sem qualquer tipo de bloqueios mentais que nos fazem temer, que nos impedem de estar plenos e identificados com o que somos, passando do estado de julgamentos, para o estado de conexão com o outro, por sentir exatamente o que se passa com ele e desta forma identificando-se nele?

Será que o percurso do amor, da liberdade e da paz plena são tão longos assim, ou nós que estamos tornando-o assim, quase impossível de ser alcançado, porque nos identificamos tanto com os meios de alcançar que não passamos do campo das ideias para o sentir?


Por Rafael Aidar

TUTORIAL - Adicionando um Audio

Publicada el 1 Ee julio Ee 2013 a las 10:00 Comments comentarios (0)


Julgando... baseado em que?

Publicada el 20 Ee junio Ee 2013 a las 18:05 Comments comentarios (0)


Julgando... baseado em que?

No último dia da criação, disse Deus: “ Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança” (Gênesis 1:26).


Supondo sim que fomos criados assim, uma parte do Criador, logo concluímos que todos nós somos irmãos de criação e com os mesmos potenciais físicos e espirituais, não é mesmo?


Com estes pensamentos como base, gostaria de convidá-los a fazer uma reflexão profunda sobre cada ser vivo criado pelo Criador.


Começamos primeiro acreditando que ao nascermos no útero de nossas mães deu-se início a nossa existência. O referencial de tempo da formação de nosso ego, de nosso caráter, de nossa filosofia de vida, nossos sentimentos, culpas, medos, virtudes, estarão sendo formadas nesta única vida. As nossas escolhas e nossas reações estão, então, baseadas ao longo desta vida, o que faz com que o meio tenha uma maior influência sobre cada um de nós, logicamente. Ora, se formos criados no momento que nascemos na carne, estaremos tendo toda nossa formação espiritual a partir dali.


Nesta situação, usaremos como exemplo dois irmãos gêmeos que possuem a sua criação exatamente no momento que nasceram. Vamos supor que eles sigam caminhos diametralmente opostos. Vejamos, um torna-se um cientista e o outro um dependente químico. O cientista seria capaz de julgar as escolhas daquele que se enveredou no caminho das drogas. Afinal de contas, ambos foram criados iguais e ao mesmo tempo, e tiveram os mesmos pais como referencias.


Neste caso, a máxima do "não julgueis" não caberá de forma alguma. Poderemos julgar os nossos semelhantes sim, já que eu consigo me colocar muito perto daquilo que o outro é ou está.


Agora, vamos supor que nossa criação se deu há milhares (ou mais!) de anos, em um passado o qual não temos acesso direto. Podemos ter sido criados ao mesmo tempo, ou não. Também fomos criados da mesma fonte, e sendo, assim, com os mesmos potenciais físicos e espirituais. Entretanto, neste caso, estamos mergulhando na carne várias e várias vezes fazendo um percurso muito mais complexo. A cada vez que o espírito mergulha na carne, tem novos referenciais de pais, e carrega de alguma forma isso dentro dele.


Somente para título de ilustração e facilidade de entendimento, vamos supor que nossa primeira vida tenhamos sido um neandertal . Mesmo que nesta primeira vida, as escolhas que fiz tenham sido bem próximas daquelas feitas por todos, na próxima vez que estiver na carne as chances de diferentes escolhas ocorrerem irão aumentar gradativamente. Desta forma, me arrisco a afirmar, se acredito em reencarnações, que não existe um ser humano sequer que esteja igual, ou seja, que tenha as mesmas reações, vontades, culpas, medos, virtudes, etc.


Voltemos ao exemplo dos gêmeos. Neste caso, a escolha de cada um deles não foi baseada apenas nos referenciais desta única vida, mas em algo muito mais complexo que são todas as suas existências até este momento, vidas e mais vidas experimentadas, moldando egos totalmente diferentes para cada ser vivo deste planeta.


Neste caso, a máxima do "não julgueis" é completamente pertinente. Não há qualquer chance de julgarmos as atitudes de nossos semelhantes em criação, já que jamais conseguirei me colocar muito perto daquilo que o outro é ou está, justamente porque minha história existencial é diferente.


Para fechar esta reflexão, como espiritualista que sou, e acredito na segunda hipótese, de que nossa criação já seu há muito tempo, e que vemos tendo várias experiências na carne desde então, ouso afirmar que alguns leitores irão concordar com este texto, outros não irão entender, outros entenderão e acharão uma bobagem, só que cada reação e pensamento que formarão nas mentes serão individuais, e não podemos nem sequer imaginar o que seja isso, já que nossas histórias individuais são diferentes.


Sendo assim, julgar qualquer atitude alheia torna-se uma grande perda de tempo, já que não temos a menor condição de fazê-lo!


Escrito por Rafael Aidar

Curso Online de Hatha Yoga - Expandindo a Consciencia

Publicada el 25 Ee mayo Ee 2013 a las 12:40 Comments comentarios (0)


CURSO ONLINE - HATHA YOGA

   A meditação desenvolve uma progressiva capacidade de concentração e focalização, abre as portas do subconsciente. Através da meditação, vivenciamos uma beleza interior que nos faz repensar tudo o que nos rodeia . Nos faz confiar na capacidade que possuímos de utilizar e direcionar nossas energias para purificação de nosso corpo e de nossa mente, é um caminho para descoberta e o desenvolvimento de nossa espiritualidade. Nos ajuda a transcender o ego e descobrir o nosso verdadeiro ser, a parte mais profunda de nós que é sábia, amorosa, segura e cheia de alegria. Do mesmo modo que nos banhamos todos os dias para limpar nosso corpo, devemos meditar todos os dias para purificar nossa alma. O curso tem uma abordagem nos ensinamentos e práticas yóguicas. Você aprenderá como respirar corretamente, como manter corpo e mente, alma e espírito unidos, por meio de exercícios psicofísicos, sons vocálicos, gestos e movimentos sincronizados, relaxamento, visualização, concentração, cores e aromas. Um conjunto de técnicas que farão você se sentir mais saudável, equilibrado, alegre, com mais disposição para executar suas tarefas diárias com vigor e prazer. Você aprenderá neste curso, uma série contendo 26 exercícios de baixo impacto, podendo ser praticado por qualquer pessoa, inclusive crianças, adolescentes e pessoas acostumadas ao sedentarismo, essa primeira série de exercícios embora sejam simples possuem efeitos profundos tais como:

 

  • Efeitos Energéticos e Articulares - Essa primeira série de exercícios, desbloqueia os chacras, localizados nas regiões das articulações do corpo como: pés, tornozelos, joelhos, quadris, ombros, cotovelos, pulsos, mãos e pescoço. Além de estimular os 12 meridianos em nosso corpo, trabalhados na acupuntura. Que são eles: Bexiga, rins, vesícula biliar, estômago, fígado, baço-pâncreas, pulmões, intestino grosso, circulação e sexo, tríplice aquecedor, coração e intestino delgado.


  • Efeitos Musculares e Orgânicos -Os bloqueios da musculatura provocam uma série de tensões no corpo. As naturezas das funções dos músculos são: contração, consumo de energia, movimento e relaxamento. Quando estimulamos a musculatura através de movimentos e alongamentos, acionamos o processo de relaxamento, modelamento do corpo e força aliviando o cansaço e a dor.


  • Efeitos Psicológicos -Os efeitos psicológicos ou emocionais nos exercícios são percebidos desde o início, pois além de relaxar o corpo acalma a mente e os pensamentos desligando o praticante dos sentimentos e dos problemas cotidianos reduzindo o estresse que a vida moderna causa. Segunda série de 12 exercícios que trabalham simultâneamente todo o organismo: corpo, mente e respiração, ativando a circulação posicionando a coluna vertebral, massageando os órgãos internos, além de promover equilíbrio físico, flexibilidade e elasticidade, entre outros.

Conteúdo do Curso:

 Certificado + Apostila + CD de Meditação + Gravações em Video.

O CD de meditação somente estará disponível para download no final do curso. 

As Video-aulas estarão disponíveis para download no decorrer do curso.



Valor do Curso: R$ 80,00 à vista

(boleto e depósito em conta) ou em até 2x no cartão.

Data de início: 20/06/2013

Carga Horária: 10hs, divididas em 5 encontros de 2hs.

Horário:  21h (Horário de Brasília).


Maiores Informações: [email protected]

A Arapuca do Espiritualista

Publicada el 23 Ee mayo Ee 2013 a las 12:00 Comments comentarios (1)

A Arapuca do Espiritualista


Estamos vendo cada vez mais pessoas que não estão mais satisfeitas com suas religiões, e começam a buscar as respostas que seus corações tanto anseiam. Começamos a estudar, e a cada resposta que surge, seja através dos livros, ou das experiências vivenciadas, mais buscamos, porque novas perguntas chegam.


O que vou falar neste texto não é desta busca ocasionada por um verdadeiro despertar de nossas consciências. Esta busca é fantástica, proporcionando-nos, finalmente, depois de tantas vidas, revermos algo em nós, e principalmente conhecermos o que há dentro de nós.


O que gostaria de trazer neste texto é um alerta. Acredito que quem não se cobra, não cresce. E neste percurso de estudos, de desenvolvimento de nossas capacidades energéticas, há uma arapuca muito perigosa aos espiritualistas.


Somos capazes de falar de amor, de paz, de chacras, energias, meditações, projeção astral, técnicas de defesa energética, a criação do universo, as dimensões que nos cercam, e muitos outros temas tão importantes para nosso aprendizado.


Entramos em contato com energias novas que nos trazem sentimentos de amor e paz. Experienciamos situações que comprovam a continuidade da vida, abrimos mediunidades, capacidades desconhecidas que nos trazem nova visão do mundo. Lemos livros, debatemos o que lemos e aprendemos em grupos na internet, praticamos tudo isso em grupos espiritualistas diversos em nossa cidade e fora dela.


Você pode se perguntar, então meu amigo onde está a arapuca que falou?


Bem, a arapuca é bem escondida. Ela está dentro de nós e em nós. O mais incrível que ao contrário do que pensamos, com nossos medos de assédios e de perdermos nossa energia elevada no dia a dia, esta arapuca não está lá fora. Por isso que estamos muitas vezes dentro dela e não percebemos.


A arapuca do espiritualista é quando ele começa a achar que não há mais sombras dentro dele, que ele é alguém, agora, ILUMINADO que conseguiu eliminar todos os ímpetos sombrios dentro do seu ser.


E isso não passa em sua cabeça de forma alguma. Acho que a grande maioria irá ler este texto e pensar: Que isso, eu perfeito? Imagina! Que bobagem, lógico que sei que tenho muito o que melhorar...


O que vai definir se o que estudamos é realmente o que sentimos? Acho que somente as nossas ações. E, amigos, nem sempre o que falamos é o que agimos. Até que provamos o contrário com bons exemplos, ou um dia chegando nos tão sonhados planos superiores, nossa sombra continua em nós, a espreita, pronta para manifestar-se. E o grande perigo é quando ela está manifestando e nós, embriagados pelo nosso despertar, não percebemos mais, porque deixamos de nos cobrar, de nos ver de fora.


E sabe o que ainda deixa esta arapuca ainda mais perigosa? É que as pessoas que poderiam nos ajudar, os nosso amigos espiritualistas, dificilmente irão fazê-lo porque estarão julgando e isto não está de acordo com aquilo que sentem, com as energias da luz.


Se eu pudesse vir do passado e me visse numa roda de amigos espiritualistas conversando, acho que pensaria que eu estivesse louco. Seguramente eu pensaria:


"Nossa! Depois de 20 anos só, acho que estou achando que sou alguém diferente, elevado!"


Talvez, e digo só talvez, porque devo estar profundamente equivocado, está na hora de começarmos a trocar as informações de nossa Sombra também. Ficamos somente na Luz e nos esquecemos dela. Comentamos coisas boas que fizemos ao longo de nossos dias, mas somos incapazes de citar aquelas não tão boas. As pessoas que fazemos algum tipo de ajuda nos olham como verdadeiros anjos, e esquecem-se que não temos nada de diferente deles. Será que não está na hora de escarrarmos o que realmente somos, e desta forma haver uma maior identificação entre "conscientes" e "inconscientes"?


Lembrem-se, este texto não é um julgamento, é apenas um alerta. Se você que está lendo não sente absolutamente nada disso em seu coração, já deixo aqui minha sinceras desculpas por fazê-lo perder seu tempo. Só fique de olho na arapuca!


por Rafael Aidar

Karmaggedon (Santa Maria)

Publicada el 7 Ee mayo Ee 2013 a las 15:40 Comments comentarios (0)


Karmaggedon (Santa Maria)

 

Estudava musica quando um pensamento instalou-se em minha mente, já não tinha mais concentração, então dei uma pausa em meus estudos; um amigo, que já me é na conta de filho, chamou-me para conversar em um bate-papo no facebook...O pensamento dispersou-se e iniciamos um dialogo proveitoso sobre Lord Shiva e sobre Kundalini, em algum momento da conversa surgiu o tema de ação e reação, causa e efeito, ou seja, a Roda de Sansara que nos escraviza neste ciclo de expiação de nossos erros e pecados, e então o pensamento voltou a minha mente e eu decidi escrever sobre, quero desde já deixar claro, que não pretendo impor minha filosofia e nem minhas verdades, sintam-se à vontade para discordarem e através de meu pensamento trabalharem os de vocês.


Quando erramos em uma de nossas vidas, consequentemente pagaremos estes erros em uma próxima, mas este é um processo já obsoleto, pois condena o mundo sempre a ter uma vitima e um algoz. Para que eu pague por um assassinato, outro ser deverá tornar-se assassino, e isso segue quase que infinitamente, existem exceções, e elas nascem do perdão, mas poucos expiam pelo o perdão e arrependimento e isso faz da dor lei predominante do expiar através de sucessivas reencarnações na Terra.


Aos poucos isto está sendo mudado, não é difícil de reparar que está muito rápido o conhecido “aqui se faz, aqui se paga”; comigo mesmo já aconteceu, de eu ver as reações de uma ação minha em menos de uma semana, isso porque, todos que aqui vivem, estão vivendo suas reencarnações “X”, é o momento de todos mudarem suas condutas, para seguirem para uma próxima vida com menos karma possível, pois em futuro próximo a expiação através da reencarnação será abolida totalmente do planeta Terra; novos espíritos, sem cargas e pesos já nasceram e estão nascendo para promover mudanças neste globo, e os espíritos carregados de karmas e culpas não poderão mais nascer aqui e certamente irão para outro planeta do universo menos evoluído.

 Não existem seres injustiçados neste mundo, suas dificuldades e tristezas foram pedidas por você, pois um dia, em outro plano, você as quis para que fosse lapidado o diamante de seu coração...O único que sofreu por injustiça, sem merecer, foi o Cristo Jesus, mas ainda sim, ser injustiçado era sua missão entre nós.

 Todos nós estamos muito tristes, e condoídos pelas vitimas do incêndio no Rio Grande do Sul, contudo é importante que oremos pela paz e a regeneração destes espíritos que de forma brutal foram arrancados de seus corpos, para que do outro lado da vida possam seguir com suas tarefas, que com certeza, os guardam em outro plano.

 

Estas pessoas que lá tiveram o fim na vida física, marcaram de se encontrarem exatamente ali onde juntas resgatarem seus karmas e deixaram toda a culpa de erros passados, escolheram daquela forma quitar suas dividas com o universo.

 Não sintam pena, não lamentem, não chorem alimentando a dor nos espíritos destes nossos irmãos e seus familiares, apenas os amem,; novamente peço que orem, seja lá o que fizeram para terem tal expiação nesta vida, já pagaram, quitaram suas dividas, infelizmente com dor e desespero, mas hoje despertam para a luz e com certeza serão anjos leves e prontos para o trabalho de amor na seara do mestre.


 Busquemos a expiação de nossos pecados através do amor e do perdão que Cristo nos ensinou e que não só aprendamos a perdoar os que erram conosco, mas que sejamos capazes de perdoar nossos erros e saber que por amor, para o amor e com amor podemos transmutar qualquer treva em luz.


 


Namastê

 Por Thoreserc Chandra

 

 

AFERINDO EVOLUÇÃO

Publicada el 2 Ee mayo Ee 2013 a las 23:40 Comments comentarios (0)


AFERINDO EVOLUÇÃO

 

Frequentemente nos deparamos com instruções de como podemos aferir a evolução, e até mesmo algumas classificações dos graus evolutivos em que nós, consciências encarnadas, poderemos estar.


Kardec, no Livro dos Espíritos, dividiu os Espíritos em três ordens:


  • Ordem: Espíritos Puros – aqueles que atingiram a perfeição máxima;


  • Ordem: Espíritos Bons - predominância do Espírito sobre a matéria e pelo desejo do bem;


  • Ordem: Espíritos Imperfeitos - Predominância da matéria sobre o Espírito. Propensão para o mal. Ignorância, orgulho, egoísmo e todas as paixões que lhes são consequentes.


Em cada Ordem, Kardec também dividiu algumas classes.


Na 1° Ordem há somente uma classe, os espíritos aí não têm como serem classificados em classes já que todos são perfeitos;


Na 2° Ordem, ele colocou quatro classes: Espíritos Benévolos, Espíritos Sábios, Espíritos de Sabedoria e Espíritos Superiores;


Na 3° Ordem, foram cinco classes: Espíritos Impuros, Espíritos Levianos, Espíritos Pseudo-Sábios, Espíritos Neutros e Espíritos Batedores e Perturbadores.


O Prof. Moisés Isagüi também elaborou uma classificação evolutiva através da idade consciencial:


  • Primária – grande ego, fechadas no corpo físico, projeções inconscientes, apegadas a locais e grupos, pensamentos restritivos.


  • Média – Possui referencias próprios, ego mais bem administrado, projeções semi-conscientes, menos apegados.


  • Avançada – projeções conscientes e contínuas, não apegadas, utilizam da lógica e são racionais, têm discernimento.


  • Muito avançada – projeções contínuas, consciências livres com condição privilegiada.


Com estes dois exemplos, convido os leitores a fazerem uma reflexão.


É dito que cada um de nós possui uma vibração própria, que no mundo espiritual define o ambiente que se abrirá a nós, ao desencarnarmos. Também é dito por muitos espiritualistas que não há um espírito igual ao outro, já que os caminhos percorridos em cada existência, ao longo das várias jornadas na carne, são únicos. Com apenas estas afirmativas chego a conclusão que qualquer forma de se classificar em níveis evolutivos as consciências, sejam elas encarnadas ou desencarnadas, é meramente especulativa.


Este tipo de classificação evolutiva, seja qual for o método que for para aferi-la (valores emocionais, morais, energéticos, etc), carece de fundamentos baseados na individualidade do espírito. Talvez, para uma avaliação pessoal a classificação tenha algum sentido, mas como forma de nos compararmos a todas as personalidades que estão e estiveram neste planeta, a classificação evolutiva é imprecisa.


Ao julgarmos que alguém aparentemente sem o menor escrúpulo moral e completamente inconsciente dos seus atos é um espírito impuro ou primário, estamos cometendo no mínimo um ato de imprudência. Ora, se cada consciência encarnada tem uma história evolutiva própria, o ato cometido por este espírito está vinculado a esta experiência adquirida através de sua existência. Seria preciso passar pelo mesmo que este espírito passou, em toda sua existência, para avaliarmos cada atitude deste no momento atual. Do modo como fazemos, qualquer julgamento do ato alheio está vinculado àquilo que somos, e carece de visão abrangente.


Desta forma, o homicida, o político corrupto, o homossexual promíscuo, o adúltero, o tirano, todas estes irmãos de caminhada, que volta e meia nos pegamos julgando, estão tendo atitudes baseadas em suas específicas existências. Ao julgarmos suas atitudes, nosso julgamento é parcial e sem visão do que levou tal consciência a esta atitude.


Se fosse definir uma pessoa evoluída, faria de uma forma bem “humana”. Pessoas evoluídas são aquelas que em um ambiente hostil, pais drogados, pobreza de recursos, conseguem vencer suas revoltas internas, distribuindo algo positivo para seus congêneres. O estudo da espiritualidade, o desenvolvimento de dons mediúnicos, a abertura da consciência, são apenas buscas internas nossas para um dia estarmos aptos a dar bons exemplos à humanidade, e aí sim, evoluirmos.


O bom espiritualista, aquele que está sempre participando de fóruns de discussões, possuindo alto grau de intelectualidade, trabalhando em grupos de ajuda espiritual, com o coração aberto para o aprendizado e para experiências espirituais como a projeção astral, é mais um que está no caminho da evolução. Aquele que está evoluindo irá demonstrar isso no seu dia a dia, e de forma contundente nos momentos que irão requerer o perdão, o desapego, a paz interna.


Façam uma reflexão, será que algum de nós faria como o Sr. Massataka Ota aos sequestradores e assassinos do seu filho? Clique Aqui - Para mim, isto é exemplo de alguém que está evoluindo.


Às vezes, uma atitude que aos nossos olhos pode parecer absurda ou desumana, para aquele que executa foi o melhor que ele poderia ter feito, e isto também é um esforço evolutivo.


Quem sabe um dia possamos olhar para nossos irmãos de caminhada com olhos menos acusadores e no mesmo nível, já que em nada somos diferentes deles em possibilidades de evolução. Nossos “graus” de evolução se não são rigorosamente os mesmos, estão bem próximos, já que estamos no mesmo planeta, com os mesmos recursos. O que nos difere são nossas experiências ao longo de nossas existências. E como julgar o próximo, se não passamos pelas mesmas experiências que eles? Quem sabe no lugar deles, com as mesmas experiências, não faríamos exatamente o mesmo?  


Escrito por Rafael Aidar

Técnica Projetiva - 8's (Flor de Lótus)

Publicada el 8 Ee abril Ee 2013 a las 19:25 Comments comentarios (0)

TÉCNICA 4 EM 1 - "CONCENTRAÇÃO, LUCIDEZ, CLARIVIDÊNCIA E PROJEÇÃO ASTRAL"


Sobre a Técnica:

Esta técnica foi transmitida por um amigo arcturiano em uma de minhas viagens astrais ou experiências extracorpóreas, este amigo me explicou sobre a importância do autoconhecimento e reforma intima, sobre como estamos “dormindo” sem ao menos perceber que passamos a maior parte do tempo no passado ou no futuro, nos esquecendo do momento presente: aqui e agora; por exemplo: (pensamentos sobre o que fizemos ou o que precisamos fazer), para melhor entender sobre o quão é importante resgatar a nossa consciência e trabalhar nosso estado interior recomento o E-book com técnicas inéditas de concentração, relaxamento, chakras e viagem astral.

A técnica a seguir é muito simples de ser visualizada e poderá ser utilizada todos os dias em nossas meditações ou repouso físico, onde trabalharemos diretamente o chakra frontal que é o principal responsável pela clarividência, clariaudiência, intuição e lucidez tanto em nosso corpo físico como nas projeções astrais (em corpo astral). Mas a proposta principal desta prática é a de manter nossa consciência desperta até alcançarmos estado vibracional para o desdobramento extrafísico.

 

A Técnica:


Primeiramente deite-se em decubito dorsal (barriga para cima), feche os olhos e
relaxe seu corpo completamente:

Comece pelos dedos dos pés (imagine que eles estão desaparecendo), vá avançando para as panturrilhas, joelhos, coxas, virilhas, cintura, barriga,
torax, braços, ombros, pescoço, cabeça e assim por diante (das pontas dos pés ao couro cabeludo), até que você se torne completamente "invisivel".


Com os olhos ainda fechados, dirija sua atenção ao centro entre as duas sobrancelhas (chakra frontal), desenhe um 8 em sua frente e depois, um 8 deitado (simbolo do infinito), cruze os dois 8's formando um X ao centro (como uma flor de lotus de quatro pétalas).

desenhando várias vezes (cada vez mais rápido), sempre prestando atenção no X ao centro. Seus olhos deverão se movimentar conforme você visualiza a imagem de cada um dos 8's.

Os dois 8's:

 


Resultado:
 
 
Importante:

Quando seu frontal começar a pulsar poderão ocorrer várias repercussões:

  • Formigamento na testa e/ou no corpo todo, sentir-se afundando na cama, poderá ver luzes, flashes, imagens, ver seu quarto com os olhos fechados entre outras coisas, mas saiba que qualquer sensação é normal, sinal de que você está entrando em um estado alterado e consciência. Não fique com medo, ansiedade, nervosismo, pois, poderá perder completamente a experiência;


  • Passando por essa fase você ouvirá o som intracraniano, semelhante ao som de um grilo: sssssssssss ou iiiiinnnnnnn. Preste muita atenção nesse som, procure modular e expandi-lo som cada vez mais (para melhor entender o som do IIIINNN basta tapar seus ouvidos com os dedos polegares em um local silencioso e prestar atenção no que ouve).
  • No estado vibracional você poderá perceber diversas ondas de energias  percorrendo seu corpo, continue focado no ponto entre as sobrancelhas e sem deixar que pensamentos e emoções tomem conta do processo;
  • Procure não pegar no sono, pois, esse é o momento em que o sono estará bem forte e você deverá manter a consciência ativa para que consiga sair em corpo astral totalmente lúcido. 
  • No momento em que sentir este sono forte tomando conta de você e junto com ele uma grande quantidade de energia percorredo seu corpo. Esta é a hora certa de se projetar. Deixe-se ser levado naturalmente, não force nada e evite pensamentos como: estou conseguindo; cheguei no EV finalmente; o que eu vou fazer agora?; estou com medo.
  • Mantenha-se concentrado e não pense em nada, poderá então, imaginar que seu corpo está leve como uma pena ou que existe uma bolha energética em sua volta que está te puxando para cima e te levando em astral.

 

Áudio da Técnica:

 Você poderá baixar o áudio com a técnica completa. Clicando na imagem abaixo:

 

 

Importante: Depois do término do áudio continue visualizando os oitos até seu frontal começar a pulsar, conforme a explicação deste texto.


Boas Projeções!!

 Nando Pokator

O PODER DO AGORA

Publicada el 5 Ee abril Ee 2013 a las 14:55 Comments comentarios (1)


 O Poder do Agora


Muitos mestres ao redor do mundo têm afirmado que precisamos viver no Agora. Este ensinamento quando analisado de maneira racional pela mente, não nos traz uma conclusão definitiva do que vem a ser esta nova maneira de ver o mundo.

 

Fomos ensinados que precisamos vencer na vida, e esta vida sempre foi algo a ser projetado para o futuro. Vemos os olhares saudosos de nossos pais e avós relembrando os bons tempos de suas existências. Desta forma, desculpem meus queridos mestres, mas o que vocês falam é muito vago. Como querer que estejamos apenas neste instante, no momento do agora, no momento que você meu querido leitor está perdendo preciosos minutos de sua existência na leitura deste texto?

 

Há alguns dias que a solução deste enigma chegou para mim, e foi preciso muita força externa para que transpusesse o mental e chegasse no íntimo, no coração.

 

Façamos uma reflexão, e voltamos ao nosso passado e trazemos todos os momentos marcantes que fizeram parte de nossa vida. As lembranças dos momentos, sejam eles dolorosos ou felizes, são marcantes, provocam um sentimento em nosso ser. Entretanto, jamais eles serão iguais as sensações provocadas naquele momento em que vivenciamos o acontecido. Ao lembrarmos do nascimento de nosso filho, o adeus de um ente querido ao leito, o dia em que encontramos nosso amor, o erro que provoca a culpa, seja lá qual for o momento vivido, jamais ele será tão intenso como vivê-lo agora! Afinal de contas é somente uma lembrança.

 

Muito se fala sobre nossos sonhos, e eles também nos trazem sentimentos profundos na alma. Algumas vezes vivenciamos os sonhos como se fossem algo tão real como o aqui e agora. Entretanto, ao acordarmos, e com o passar do dia, eles tornam-se apenas lembranças, mesmo que tenham nos trazido emoções ao despertar.

 

Assim é nossa vida. Perdemos preciosos momentos do nosso Agora para ficar em outra faixa do tempo, seja no passado, com as lembranças, seja na prospecção de um futuro. A sensação provocada por uma lembrança, ou por uma projeção, é muito inferior ao vivenciá-la no agora! O beijo de sua amada(o) é muito mais gostoso no agora, porque anteriormente é apenas uma lembrança. A visão de uma paisagem é deslumbrante quando vista pelos olhos no Agora, se comparados a uma lembrança.

 

Reconheço que há duros testes ao longo de nossa jornada que nos fazem abandonar nosso Agora. O sofrimento da saudade por um ente querido que se parte, uma doença que abale nosso físico ou de nossos mais próximos irmãos, as duras provas da vida que estão aí para nos acordar, nos mostrar que há um sentido muito maior em tudo que ocorre. Mas, esquecemos que a felicidade, o sentimento de amor e de paz que estão nas nossas lembranças mais lindas, são sentimentos possíveis de vivenciar várias e várias vezes no Agora.

 

Siddharta Gautama (Buda) um dia disse: Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo.

 

Sigmund Freud disse: Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais; somos também, o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos,“sem querer“.

 

Eu diria que somos o que pensamos, falamos e agimos. E de tudo isso, somos no final o que sentimos, o que vibramos. Não podemos abandonar nosso passado, e nem deixarmos nosso futuro ao sabor do acaso. Mas, podemos vivenciar nosso Agora como o momento único de que fomos abençoados ao sermos criados. E neste momento, qual a sensação que queremos estar tendo no nosso peito?


As lembranças de alegrias do passado, ou projeções de um futuro promissor, poderão nos trazer paz, alegria e amor. Porém, vivenciar estas sensações em cada momento do Agora é muito mais intenso, além de que permitem que o "universo" torne estes momentos cada vez mais frequentes. E daí, quem sabe nem precisamos trazer a tona sentimentos como estes, já que nossa vida já será assim, aqui e agora!


Com carinho,

 Rafael


PS: Mesmo sendo cutucado bastante para escrever este texto, tive que dar uma paradinha ali na frente da TV para dançar com minha filha uma música. Temos que aproveitar o Agora....

MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO

Publicada el 27 Ee marzo Ee 2013 a las 14:15 Comments comentarios (0)


MUDANÇAS DE COMPORTAMENTO

 

Uma pergunta bem comum que costumamos ouvir e fazer a pessoas com maior experiência de vida é esta:


Se o(a) senhor(a) pudesse reviver tudo que passou nesta vida, o que faria diferente?


Para espanto meu, uma das respostas mais comuns é esta:


NADA! Faria tudo igual!


O entendimento desta resposta não é algo simples. A pessoa quando diz que não modificaria nenhum evento de sua vida é porque está satisfeita com todas as atitudes tomadas por ela ao longo desta vida.


Entretanto, há um equívoco de interpretação. A pergunta não é um julgamento dos atos da pessoa, com dedo em riste para sua face, de forma que a resposta tenha que ser uma defensiva. Na verdade, trata-se de uma pergunta muito simples, que em outras palavras, poderia ser assim:


O que o(a) senhor(a) aprendeu nesta vida?


E, infelizmente, a resposta mais comum que temos dado a ela é:


NADA!


Uma vida em que, ao chegamos ao final de nossas forças físicas, não modificaríamos em nada o que fizemos ao longo dela, infelizmente, é uma vida de pouco valor de aprendizado.


Ao vestirmos com nossa consciência este corpo de carne para entrarmos neste mundo temos uma oportunidade incrível de aprender ao longo dela, e os erros necessariamente fazem parte deste processo educacional. Entretanto, cada erro cometido provoca sofrimento. Acredito que a maioria das pessoas não gosta de sofrer, mesmo que em alguns momentos o sofrimento pode ser como uma verdadeira droga viciante em suas vidas.


Com certeza, nossa busca interna é a felicidade e paz de espírito. Muitas vezes os atos que cometemos não acarretam estes sentimentos e, pelo contrário, provocam dor em nós mesmos e nas pessoas envolvidas. E porque será que continuamos errando? Será que é porque o esforço de rever nossos atos gera conflitos internos dentro de nós? Será que não é mais fácil continuarmos mal humorados, egoístas, ciumentos, orgulhosos, vaidosos, passivos, arbitrários, e lá na frente, quando perguntarem o que faríamos de diferente em nossas vidas, respondermos: “Nada!”?


Recentemente, estava vendo a declaração de uma moça que voltava eliminada de um Reality Show de convivência humana pela segunda vez, justificando sua eliminação desta forma:


“Sou assim há 28 anos e não ia mudar em três meses para me sentir mal comigo mesma.”


Por que temos tanto medo de nos modificarmos? Preferimos passar nossas vidas cometendo os mesmos erros inúmeras vezes a rever nossas atitudes, em um verdadeiro esforço de autoconhecimento.  


Um fato interessante é que ao combatermos nossas emoções internas, com árduo esforço, estabilizando-as cada vez mais e sendo menos reativos, julgamos menos nossos semelhantes. Isso acontece porque ao passarmos por este processo (que na verdade não termina) conseguimos entender melhor as atitudes alheias. Como por encanto, surge uma voz interna que consegue analisar os fatos de maneira imparcial.


Faça, por favor, uma pergunta para dentro de você: Será que com minhas emoções mais controladas eu despertaria minha voz interna, minha consciência?


Se a resposta dentro do seu coração é SIM, então aproveite cada momento de sua vida para crescer. Cada desequilíbrio de humor, ou reação emotiva, é uma oportunidade linda de rever algo dentro de nós. Permita que este seja o maior objetivo em sua vida. Quem sabe muita coisa que tem consumido suas energias não seja mais necessária, porque a cada vitória nesta batalha interna, o amor, a paz e a felicidade não se aproximam do seu alcance...


Com carinho,

Rafael Aidar


Rss_feed